PC prende homens suspeitos de praticar estupro de vulnerável e crimes diversos no Norte do Estado

A Polícia Civil do Tocantins (PC-TO) efetuou, ao longo dos últimos dias, as prisões de três pessoas investigadas pela prática dos crimes de porte ilegal de arma de fogo,  homicídio tentado e estupro de vulnerável no Norte do Estado.

 

Deflagradas pela Delegacia de Atendimento a Vulneráveis (DAV), de Araguaína, as ações tiveram início ainda na última quinta-feira, 12, quando os policiais civis da unidade especializada, com apoio de agentes da 32ª Delegacia de Polícia Civil de Babaçulândia, capturaram um homem investigado por estupro de vulnerável, o qual foi preso em flagrante por pote ilegal de arma de fogo. 

 

De acordo com o delegado-chefe da 2ª DAV, Charles Arruda, os policiais civis cumpriam buscas na zona rural de Babaçulândia, quando se depararam com um homem armado com uma espingarda, calibre 36. “No momento da abordagem, o indivíduo ainda jogou a arma no mato, mas foi contido e acabou preso”, informou o delegado.

 

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem que é conhecido por praticar diversos furtos na região, foi conduzido até a sede da 32ª Delegacia de Polícia Civil de Babaçulândia e, logo após, recolhido à Unidade Penal de Araguaína, onde se encontra à disposição do Poder Judiciário.

 

2ª Prisão

Em continuidade às ações, na última sexta-feira, 13, os policiais civis da 2ª DAV foram até o assentamento Caracol, na zona rural de Araguaína, onde após a realização de diligências, prenderam um fugitivo da justiça que responde pelo crime de tentativa de homicídio.

 

3ª Prisão

Na manhã desta segunda-feira, 16, as equipes da 2ª Delegacia de Atendimento a Vulneráveis de Araguaína, em mais uma ação de combate aos crimes contra a dignidade sexual, localizaram e prenderam um homem indiciado e foragido pela prática do crime de estupro de vulnerável. Ele é padrasto e principal suspeito de ter engravidado a enteada que é menor de idade e foi capturado em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara Criminal da Comarca de Araguaína.

 

Os três homens presos encontram-se à disposição do Poder Judiciário, na Unidade Penal de Araguaína.

Edição: Vania Machado

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins - 17/05/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.