O seu canal diário de Notícias

Pare AGORA de pagar por esse 3 serviços bancários

Muitos correntistas acabam pagando por serviços que devem ser oferecidos gratuitamente pelos bancos; saiba quais são e exija os seus direitos.

Abrir uma conta bancária, seja em instituições tradicionais ou digitais, é necessário para que as pessoas possam pagar as suas contas, receber o salário, fazer investimentos e demais operações; porém, tudo tem um custo que vai depender do tipo de serviço contratado.

Quando se trata de serviços bancários, alguns devem ser oferecidos gratuitamente conforme determina a lei, mas nem todos os correntistas sabem desses detalhes e, aproveitando disso, os bancos cobram taxas e o cliente paga sem saber que está sendo lesado.

Conheça quais os serviços bancários que, pela lei, devem ser oferecidos gratuitamente e saiba como exigir os seus direitos.

Anuncios

Conheça serviços bancários que devem ser oferecidos gratuitamente

Os bancos oferecem uma infinidade de produtos e serviços financeiros de acordo com o perfil de cada cliente, e dependendo do serviço contratado, algumas taxas de administração são embutidas. Mas os serviços básicos devem ser oferecidos gratuitamente, e nem todos os clientes sabem desses detalhes.

Saber quais os serviços bancários que você não precisa pagar é de suma importância para não ser lesado e não ter prejuízos. Se você paga por algum dos serviços abaixo, fale com o gerente da sua instituição e, caso a cobrança continue, procure o PROCON ou os meios judiciais, se necessário.

Conta-corrente

Muitas pessoas não sabem, mas a conta-corrente básica não pode ter nenhum tipo de taxa de administração, cesta de benefícios ou demais taxas. A instituição financeira tem obrigação, de acordo com a Resolução nº 3.919 do Banco Central, de oferecer uma conta básica gratuita com serviços essenciais.

Anuncios

O que acontece é que muitos bancos empurram uma modalidade de conta que tem que cobrar algumas taxas (a chamada cesta de benefícios); mas isso é contra a lei. Se o cliente faz o mínimo de movimentações ao mês, ele tem o direito de ter uma conta que atenda o necessário sem pagar mais por isso. Isso é independente se o banco é público ou privado.

Caso o cliente utilize uma conta com esse tipo de pacote, queira migrar para a conta-corrente básica e o banco disser que não está disponível, o cliente pode recorrer aos órgãos de proteção ao consumidor.

Cartão de débito

O fornecimento de um cartão de débito para movimentar a conta é dever do banco, ou seja, o cliente não deve pagar por esse serviço. Mesmo quando o cartão perder a validade ou mudar alguma funcionalidade que impede a utilização do atual cartão, a instituição deve fornecer um cartão novo gratuitamente.

Transferência entre contas da mesma instituição

Anuncios

Um dos serviços bancários que também deve ter o fornecimento gratuito é a transferência de valores entre contas do mesmo banco. De acordo com a resolução do Banco Central, o cliente tem direito a duas transferências entre contas de um mesmo banco por mês, isso valendo para guichês, transferências via internet ou em terminais de autoatendimento.

Caso o correntista tenha que realizar mais de duas transferências por mês para contas do mesmo banco, ou transferir dinheiro para outros bancos, o ideal é utilizar o PIX que, além de ser mais rápido e funcionar 7 dias por semana e 24 horas, não tem custo adicional.

Deixe o Seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais