Como foi seu 2015, do ponto de vista profissional. Série qualificação

Me perguntaram qual foi a minha performance profissional em 2015, com agrado recebi a questão e respondi com uma pergunta para questionador, como foi sua vida profissional ?

                Interessante, que tal pergunta veio para que demonstrasse minha ascensão financeira não a profissional.

No seu caso como foi 2015 no aspecto profissional?

                No meu, fiz cursos, escrevi artigos, entreguei milhares de cartões, fiz muitas visitas de negócios, montei e desmontei meu escritório popular/móvel centenas de vezes (corretagem de imóveis), ministrei palestras, realizei bons contatos profissionais, desempenhei bem no meu trabalho remunerado, na família, como esposo, pai, filho, entidades que estou relacionado, cozinhei , fui ajudado, ajudei, não estou endividado, errei, acertei, meus familiares vão bem, ganhei dinheiro, poupei e outras situações sem necessidade de convenientes de declarar.

                Nestes aspectos faço um paralelo com minha vida profissional, filtro o que pode ser aplicado ou melhorado, é ótimo, por isso acho interessante sugerir que você faça sua retrospectiva, observando que não sou base, pois cada qual tem seu objetivo.

                Sobre o meu questionador sua resposta não foi apresentada, ele disse que não queria divulgação.

                2015 foi repleto de desafios, 2016 não vai ser diferente, mas o que ocorreu contigo, quais foram suas vitórias, perdas, inicio, reinicio, que planos concretizou, quais ficaram perdidos ou esquecido, faça uma reflexão mental.

                Sou a favor do cinema, teatro, televisão, ações culturais, passeatas organizadas de acordo com a lei, da chuva, sol, liberdade de expressão, do trabalho intelectual, braçal, pesquisas com células tronco, atividades físicas regulares, só não preciso compactuar com todas as modas ou modelos oferecidos por ai, mas sou fã da ação do homem em prol a seu bem estar, acho cristalino.

                Quem sabe você não quis trabalhar, estudar, planejar, economizar, ler, dialogar, revisar o acerto, o erro, aplicar seus ensinamentos, conhecimentos, avançar, ajudar, ser ajudado, temos todo direito de movimentação, mas estamos iniciando 2016, declare como vai ser sua vida profissional agora.

                O que ganho com este questionamento, ora sou colunista de gestão e comércio neste site, qualificação, capacitação, produção e resultados, são focos de minhas atividades e pesquisas.

                E o que é possível fazer?

                Pense em você, essa é a dica, olhe o leque de opções locais e globais, do ponto de vista profissional, pessoal, social, ético, moral, espiritual, o que posso por em prática, comece algo prazeroso, peculiar e rendoso.

                Consultores, colunistas, profissionais liberais, professores, amigos e pais não podem decidir por você.

                Como exemplo, um conhecido que tem um carrinho de pipoca badalado, há algum tempo, ele disse que iria fazer uma espécie de adesivo ou banner, para fixar no seu carrinho de pipoca, com o objetivo de evangelizar (comunicação visual), mas já tem muito tempo e não faz, pior ele continua insistindo no assunto.

                Este exemplo é de pessoa que afirma que vai fazer algo simples e produtivo no final de 2014, para ser concretizado em 2015, mas não teve coragem de agir no ano que passou, quem sabe em 2016.

                Ação, outra dica, foi uma palavra prática para mim em 2015, até minha bota da marca “Sapatoterapia”, que já vinha namorando a anos, comprei, “que calçado”, é simples e vibrante assim, agir em prol a você que tal.

                Pensar e agir, ações de 2015 vão servir de orientação, mas o que interessa é 2016, proponha algo de peculiar a você, para que seja aplicado na sua profissão, empresa, família, associação, bairro, negócio, congregação, ou você vai ficar com o pensamento de 2014/2015, pior esperando alguém te empurrar em 2016.

                Proponho um exercício, faça.

                1 – quais suas realizações em 2015; (geral)

                2 – que resultado obtive, quais são minhas possibilidades para 2016;

                3 – o que posso agregar para ter bons resultados em 2016 (ganhe dinheiro com isso);

                4 – como posso evitar erros ou pelo menos amenizar;

                5 – como e quando posso começar agir em 2016, quais os arranjos necessários.

                Exercício difícil e delicado, mas com uma jarra lotada de suco de laranja gelado e um delicioso bolo de cenoura coberto de chocolate, meu amigo, muita coisa fica fácil.

                Concluindo, acho os profissionais brasileiros capacitados, criativos, altruístas e exclusivos, sugiro apenas fomentar algo do ponto de vista de gerar de renda extra salários e colocarmos nosso conhecimento para melhorar o orçamento familiar mensal, não só da empresa somos colaboradores.

                Estamos firmes em 2016, quem sabe eu te encontro por aí para combinarmos uma de minhas oficinas de capacitação ou um apartamento.

                Deus abençoe.

   ROGÉRIO LOPES, é crente em Jesus Cristo, Meneger Financial Personal, Administrador de Empresas, Especialista no Agronegócios,  Instrutor de Cursos, Corretor de Imóveis e Perito Avaliador Imobiliário.

 [email protected]

Rogério Lopes, colunista JusTocantins - 29/12/2015

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.