OAB é a instituição social mais confiável do país, segundo estudo da FGV

ASCOM OAB/TO Por Emerson Alencar - 08/12/2019

O Estudo Sobre o Judiciário Brasileiro, feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), encomendado pelo Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), mostra que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é a instituição social mais confiável do país. No levantamento, 66% dos entrevistados apontaram a OAB como a instituição social mais confiável, ficando a frente de empresas privadas (56%), movimentos sociais (49), sindicatos (35%) e políticos (14%). 

Quando questionados sobre a avaliação dos membros do Sistema de Justiça do país, 45% dos entrevistados disseram acreditar que é ótima e boa a atuação de advogados e advogadas. Essa foi a melhor média avaliada. Bem atrás vem defensores públicos (35%), juízes (32%), membros do Ministério Público (31%), desembargadores (27%), ministros do Superior Tribunal de Justiça (24%) e ministros do Supremo Tribunal Federal (22%).

Para o presidente da Seccional da OAB no Tocantins, Gedeon Pitaluga, a sociedade reconhece o importante trabalho desempenhado para o país por advogados e advogadas. “Ao longo da história, a advocacia teve um papel fundamental na defesa dos direitos do cidadão brasileiro e do Estado Democrático de Direito. O estudo mostra que essa atuação contundente da OAB e da nossa classe é reconhecida pela sociedade brasileira, o que para nós advogados e advogadas é motivo de grande orgulho”, disse Gedeon Pitaluga. 

A pesquisa também analisou a credibilidade do Sistema Judiciário. Para 59% da população vale a pena recorrer à Justiça para solucionar seus problemas. Entre os motivos de buscar a Justiça, 54% dos entrevistados contam que é para garantir o cumprimento de direitos previstos na legislação. Outros 64% dos que responderam o questionário dizem que ficam desmotivados em buscar a Justiça porque é muito lenta e burocrática. 

A pesquisa completa pode ser vista no site da OAB Tocantins no endereço www.oabto.org.br.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.