Operação Integrada entre polícias Militar e Civil resulta na prisão de seis suspeitos, apreensão de veículos, drogas e armas

Durante uma operação conjunta entre a Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil do Tocantins (PC) foram cumpridos, na madrugada dessa segunda-feira, 24, na cidade de Colinas do Tocantins, mandados de prisão, busca e apreensão em desfavor de seis suspeitos de práticas de crimes contra o prefeito de Brasilândia, ocorrido no último dia 10 de julho, bem como a prática de assaltos em áreas rurais da região.

A ação contou com a participação da Agência Local de Inteligência (ALI), da 3ª Companhia Independente da PM (CIPM), que ajudou no levantamento de informações cruciais que levaram à prisão dos indivíduos, juntamente com o setor de inteligência da PC.

No momento do cumprimento do mandado de prisão, um dos suspeitos ainda foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Foram apreendidos durante a ação: um veículo automotor Chevrolet Prisma cor prata; uma motocicleta; duas espingardas; um revólver calibre 32; diversos eletrodomésticos de procedência duvidosa; aproximadamente R$ 4 mil  em espécie; quatro aparelhos celulares; uma balança de precisão; 400 gramas de substância análoga à maconha; 10 gramas de substância análoga à cocaína; joias e semijoias; além de três espingardas de pressão adaptadas.

Todos os envolvidos e o material apreendido foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Colinas para os procedimentos legais cabíveis. “A integração e o fluxo de informações entre as forças de segurança têm sido essenciais para a captura e prisão de infratores em Colinas e região”, ressaltou o major PM Paulo dos Santos Abadia Junior, comandante da 3ª CIPM.

ASCOM / Governo do Tocantins - 28/07/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.