O melhor investimento. Dica da série quero ser Rico.

Aquele casal fez a pergunta, “qual o melhor investimento”?

Minha resposta foi simples é exprimível:

Invista em geração de renda constante, pela aplicação de seus conhecimentos técnicos a terceiros, é sendo bem remunerado por isso.

Poupança, Tesouro Direto, Renda fixa ou variável, criação de animais de engorda (corte), leite, cria e recria de animais, locações, aquisições em fundos de commodities, agronegócios, comércio, serviços, fundos de investimento, criptomoedas, são tantas as modalidades com o objetivo de aumentar seu dinheiro, cada uma delas com seus pormenores, benefícios e desafios.

Gerar renda continua é uma ótima opção, pois os valores a serem acertados são reais, atualizados, sem composto tributário na fonte, risco mínimo e passiveis de serem negociados.

Quem tem uma renda regular, pode agregar diárias (R$), sustentáveis com prestação de serviços, com os conhecimentos e soluções já adquiridos, possibilitam investimentos escalar e promissor.

Essa possibilidade é real, palpável e necessária no mercado consumidor.

Como isso pode ser feito.

Evidente, que a solução desse problema é pessoal, não podendo ser terceirizado.

Porém, no caso do casal, formatamos uma prestação de serviços.

Perguntei para eles quais as habilidades ( o que é capaz) e aptidões (o que está apto a fazer), que possuíam e como poderiam propor seus conhecimentos para o mercado consumidor.

Com esse questionamento, fomos traçando seus conhecimentos, por meio de mapas mentais, criando valores intangíveis motivacionais, clientela, meios de mídia dos serviços e por fim a proposta de prestação de serviços.

A primeira impressão dessa modalidade de investimento pode ser de algo surreal é que não pode ser possível, mas sugiro que insista nessa modalidade de investimento.

Lembrando que os princípios de investir são os mesmos, plante árvores (alegoria) para colher frutos em abundância.     

Para finalizar um causo de minha autoria.

Tempos em tempos chovia numa determinada região. Nisso, um Caboclo resolveu criar uma espécie de reservatório de água. Aquela tecnologia logo foi difundida na região por meio de métodos detalhados por escritos, mas os investidores gostavam que o criador do objeto, fizesse e executasse o projeto por ele criado.

Moral da história: investimento daquele criador era atenção, ação e inovação.

Rogério Lopes é crente em JESUS CRISTO, facilitador em Finanças da Família, Administrador de Empresas; Especialista no Agronegócios; Articulista em Negócios; Corretor de Imóveis; Perito Avaliador Imobiliário e Colunista do site Justocantins. [email protected] - 15/06/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.