Confirmado candidato a governador, Dimas critica “governo tampão” e diz que não falta dinheiro para o Estado, mas gestão

Confirmado candidato a governador, o ex-prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas ( PL), fez críticas nesta sexta-feira, 5, à gestão do governador e candidato à reeleição, Wanderlei Barbosa (Republicanos).

Em seu discurso – durante a convenção de seu grupo, realizada no Espaço Cultural, em Palmas – Dimas fez críticas sobretudo à saúde e às rodovias estaduais, que, segundo ele, estão “destruídas”. O ex-prefeito da segunda maior cidade do Tocantins, Araguaína, chegou a se referir à gestão de Wanderlei como “governo tampão”, numa referência ao fato de o chefe do Poder Executivo Estadual ter assumido a gestão do Estado após a renúncia do ex-governador Mauro Carlesse (Agir), de quem era vice, em outubro do ano passado.

“Não falta dinheiro para a saúde, por exemplo, graças à bancada federal e ao governo federal. O que falta é gestão, dinheiro está sobrando”, disparou, acrescentando que falta planejamento à atual gestão.
 

Vice

Anunciado para a vaga de vice-governador, em convenção do MDB realizada pela manhã, o ex-deputado federal e estadual Freire Júnior não poupou elogios a Dimas, e também criticou um dos slogans de Wanderlei: o de ser “curraleiro”, isto é, nativo do Estado. Dimas é mineiro de nascimento, mas construiu toda sua vida profissional e política no Tocantins. “Precisamos juntar forças para o melhor projeto para o Tocantins, o Ronaldo Dimas personifica tudo isso”, garantiu Freire.

Eduardo Gomes

Um dos principais articuladores da candidatura de Dimas, o senador Eduardo Gomes (PL) disse ser “muito fácil” apoiá-lo”, por sua competência. “É missão fácil apoiar o melhor candidato a governador do Tocantins. Este é apenas o primeiro passo nessa caminhada, Ronaldo. Tenho certeza que você vai transformar esse Estado”, afirmou o senador.

Público lotou o Espaço Cultural na convenção do PL

 

Flávio Bolsonaro

Presente no evento, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) destacou a possível futura parceria entre o governo de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e Ronaldo Dimas, caso sejam eleito e reeleito, respectivamente.

Esvaziamento

A convenção teve início às 16 horas, mas Dimas só começou a falar às 20h20, motivo pelo qual, na hora de seu discurso, o local já estava bastante esvaziado.

Bolsonarismo

Quase todos os participantes que discursaram defenderam a reeleição de Bolsonaro à Presidência da República. Inclusive com críticas à “ideologia de gênero”, defesa da família e de teorias da conspiração, como a luta do “bem contra o mal”.

Presenças

O evento contou também com a participação dos deputados federais Tiago Dimas (Podemos), Dulce Miranda (MDB) e Eli Borges (PL), todos candidatos à reeleição; do deputado estadual Fabion Gomes (PL), também candidato à reeleição, do ex-governador Marcelo Miranda, de prefeitos, entre eles, Wagner Rodrigues (Podemos) e Josi Nunes (UB), respectivamente de Araguaína e Gurupi, vereadores, lideranças e militantes.

Cleber Toledo - Portal CT - 06/08/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.