Professor Doutor Luiz Flávio Gomes fala com exclusividade para o JusTocantins

Aline Brabo, Jornalista – 458 DRT/TO (JusTocantins) - 01/06/2014

Luiz Flávio Gomes é um jurista brasileiro, fundador da primeira rede de ensino telepresencial da América Latina. É presidente do Instituto Avante Brasil e co-editor do Portal Atualidades do Direito ao lado de Alice Bianchini. Apresentador da TVAD, cujos cursos são transmitidos para mais de 450 cidades brasileiras.

 

Conhecido como Doutor Furacão, por ser muito dinâmico, aos 21 anos passou no concurso para delegado, aos 22 tornou-se promotor e aos 24 passou para juiz, aposentando-se aos 42 anos de idade.

 

Seu ideal é democratizar o ensino no Brasil, para que todos possam estar em pé de igualdade ao concorrer em concursos públicos. Ministrou mais de mil palestras, sem cobrar pela grande maioria delas. Autor de cerca de 40 livros, tem preferência pela área penal e processual penal.

 

Em entrevista exclusiva para o JusTocantins falou sobre diversos temas, dentre eles a opção pela docência e sobre o Poder Judiciário brasileiro.

 

Entrevista

 

JusTocantins – O que te apaixona no Direito?

 

Luiz Flávio Gomes – O Direito é uma paixão porque ele é um instrumento de se fazer justiça. Quem quer fazer justiça basta aplicar o Direito corretamente e você alcança a justiça, que é um valor muito importante na vida da sociedade, o ser justo, então o Direito é muito relevante.

 

JusTocantins – Ser professor já fazia parte dos seus planos?

 

Luiz Flávio Gomes – Ah, sim! Eu atuo como professor desde a faculdade, dando aula para os meus colegas. Isso foi muito natural para mim, até porque sempre me esforcei muito, estudei muito, então tinha muita segurança para dar aula. E é o que tenho feito até hoje: dar aula!

 

JusTocantins – Você sempre demonstrou muito entusiasmo enquanto ministra suas aulas ou dá entrevistas. De onde vem essa energia

 

Luiz Flávio Gomes – O entusiasmo é imprescindível porque para agirmos temos que estar motivados. A ação custa muito, agir é complicado, é difícil, te exige esforço e todo esforço humano ele só é bem desempenhado na medida em que você está motivado. Se não está motivado, você não faz bem as coisas.

 

JusTocantins – Você já mencionou outras vezes que seu ideal e democratizar o acesso à informação, o que acha que precisa para isso acontecer?

 

Luiz Flávio Gomes – Já lançamos a rede de ensino, chegamos em 450 cidade no Brasil, e isso já foi uma revolução fantástica porque possibilitou que todos tivessem acesso à mesma informação e ficassem todos em pé de igualdade na disputa dos concursos. Então, já fizemos isso e continuamos fazendo, é importante. Mas acho que isso tem que ser feito agora em termos mais amplos na sociedade. Outros segmentos da sociedade poderiam ter o mesmo acessa às ótimas informações.

JusTocantins – Sobre essa questão de fazer justiça, você acha que o Judiciário tem atendido à população a contento, ou o que falta para isso acontecer?

 

Luiz Flávio Gomes – Não. O Judiciário brasileiro ele tem muitos problemas. Ele é muito moroso, tem poucos juízes, pouca estrutura, então ele não tem conseguido atender à toda a demanda que se faz a ele. Mas, estamos num país em construção, portanto, compete ao próprio Judiciário aumentar as pessoas, suas condições, porque o valor justiça é muito relevante para a sociedade. Quando a sociedade não confia na Justiça ela passa a agir com as próprias mãos.

 

JusTocantins – Sua reflexão a respeito do papel do profissional do Direito para a sociedade.

 

Luiz Flávio Gomes – O profissional do Direito é aquele que busca o valor justiça. Quando todos trabalham nesse sentido, do justo, do correto, é fundamental que a sociedade tenhas os grandes profissionais do Direito. Sem eles, a sociedade seria mais injusta do que é.

 

JusTocantins – E sobre a ética?

 

Luiz Flávio Gomes – É fundamental em todas as áreas. Não se pode imaginar a vivência humana sem ética. Ética no sentido de respeito ao outro ser humano como ser humano, respeito à natureza, aos animais, ao bom uso das novas tecnologias, tudo isso é ética. Sem ela a sociedade se desmorona. Não existe sociedade sem ética. O mínimo de ética é imprescindível para a sobrevivência da sociedade.

 

JusTocantins – Para finalizar, qual ponto você destaca sobre as mudanças propostas para o Código Penal?

 

Luiz Flávio Gomes – Existem muitas mudanças propostas. O projeto está agora no Senado. A comissão trabalhou e fez muitas sugestões de avanços e progressos. Mas, no Senado, as coisas estão mudando completamente de rumo. O que eu vejo hoje é que o Código Penal é o mais difícil de se aprovar pois existem muitas questões religiosas, ideológicas, e isso para avançar dentro do Congresso Nacional é muito difícil. Portanto, não é um Código para o imediato, vai demorar bastante, e de qualquer maneira, o que nós temos que fazer é adotar medidas de prevenção à violência, independentemente do Código [Penal]. Ele pode ajudar, mas é muito pouco. A sociedade tem que ter medidas de prevenção, pois do contrário, teremos cada vez mais a violência.

 

 


Veja também:

Advogado, seja nosso parceiro

Empresário, Anuncie conosco e garanta sua visibilidade no mundo virtual

Leia mais: LFGLuiz Flávio Gomes

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.