O seu canal diário de Notícias

A busca por crédito registra queda no Brasil

Índice aponta queda pela procura de crédito em todo o país, veja como ficou

Vila Velha, 28 de Outubro de 2023, por Eduarda Villela. O índice do Serasa Experian registrou uma queda pela busca de crédito entre os consumidores brasileiros. A pesquisa divulgou os dados associados com o mês de Setembro e apontou a terceira maior queda de todo o ano de 2023.

Crédito
Demanda por crédito tem registro de queda. Imagem de Pexels.

Serviços de crédito

Anuncios

No mês de Setembro, de acordo com o Serasa Experian a busca de brasileiros por crédito teve uma queda de 13,7%. Os dados mostram a procura por empréstimos entre pessoas físicas e aponta uma grande variação com o mesmo período no ano passado. O índice já apresenta uma queda pelo 16º mês seguido.

Veja mais: Confira a modalidade de empréstimo com garantia de celular

A redução dos números está presente em todas as faixas de renda da população brasileira e em todos os estados ao fazer uma comparação anual. De acordo com os analistas de mercado, o cenário econômico tem influências da queda da taxa de juros, a Selic. Por causa disso, é esperado que essa variação fique até o mês de Dezembro.

Vale lembrar que a Taxa Selic mede a variação básica de juros na economia brasileira. Isso tem a ver com a queda nas taxas associadas com empréstimos e financiamentos realizados por bancos e instituições financeiras.

Registro de queda na busca por crédito

Anuncios

De acordo com o especialista do Serasa, a queda na busca por crédito tem a ver com os valores das taxas de empréstimos mais elevados em 2023. As famílias ficam com mais receio de solicitar um contrato no banco e preferem não arriscar pagamentos muito elevados na hora de dividir as parcelas.

Veja mais: Quais cartões de crédito trazem benefícios da sala VIP de aeroportos?

Ao analisar os últimos 12 meses, o indicador registrou a maior queda desde novembro de 2022, que teve o índice de redução de 31,6%. Por outro lado, o mês de Abril de 2023 apresentou a menor queda em relação aos outros períodos, o número registrado foi de -24%.

Mesmo com as reduções da Taxa Selic, os juros ainda estão elevados no Brasil. Atualmente, o indicador aponta 12,75% e ainda deve encerrar o ano acima de dois dígitos. Todos os estados mais o Distrito Federal apontaram o registro de queda na demanda por empréstimos, esse último foi o que teve a maior redução.

Anuncios

Deixe o Seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais