O seu canal diário de Notícias

5 principais exigências para participar do Bolsa Família

Beneficiários devem seguir essas regras para permanecer recebendo o auxílio

São Gonçalo do Sapucaí, segunda-feira, 05 de junho, por Igor Gouvêa – O Bolsa Família voltou em 2023 com novas regras e exigências para quem deseja se tornar beneficiário. Nesse ínterim, são exigidas algumas atitudes para que a família receba o benefício.

Além disso, os requisitos essenciais também valem para permanecer recebendo o Bolsa Família. Isto é, caso alguma família beneficiária descumpra alguma das exigências, ela pode perder o benefício totalmente. As regras servem para estimular que os usuários do programa social tenham cuidados com a saúde e educação sua e de sua família.

Anuncios

Veja abaixo as 5 principais exigências para participar e permanecer no Bolsa Família:

  1. Realizar acompanhamento pré-natal das gestantes;
  2. Verificar constantemente a nutrição das crianças menores de seis anos, ou seja, garantir uma boa alimentação para elas;
  3. Estar em dia com a vacinação, tanto de adultos quanto de crianças;
  4. Beneficiários que tenham entre seis e 18 anos incompletos devem apresentar frequência escolar mínima de 75%;
  5. Crianças de quatro a cinco anos devem apresentar frequência escolar de pelo menos 60%.

Além do mais, vale lembrar que, sempre que a criança for levada ao posto de saúde para ser vacinada ou quando realizar a matrícula escolar, é importante informar que é beneficiária do Bolsa Família.

Dessa forma, as exigências têm a intenção de reforçar a importância do mínimo básico para sobrevivência. Essas medidas buscam facilitar o acesso dos beneficiários a uma saúde de qualidade, boa educação e saneamento básico.

O que fazer para me cadastrar no Bolsa Família?

Anuncios

Inicialmente, é necessário que o responsável familiar compareça ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de sua cidade e se inscreva no Cadastro Único (CadÚnico). Além disso, quando for ao CRAS é fundamental ter em mãos todos os documentos dos membros da família, como identidade, CPF, título de eleitor e certidão de nascimento, por exemplo.

No entanto, é importante saber que apenas se cadastrar no CadÚnico não vai garantir o recebimento do Bolsa Família. Os dados da família serão analisados e, caso o programa social considere aquele grupo familiar apto para participar, então o benefício é liberado.

Portanto, se você e sua família estão dentro das regras e exigências para participar do Bolsa Família, não perca tempo e procure o CRAS do seu município e solicite a participação no programa social. Todo mês é realizada uma análise para conceder chance para novas famílias entrarem no programa.

Anuncios

Deixe o Seu Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais