O seu canal diário de Notícias
PREFEITURA

Novos dirigentes da Justiça Federal no Tocantins tomam posse

Cerimônia marca início de nova gestão no Foro da Seção Judiciária do Tocantins

Na manhã desta quinta-feira (6), os juízes federais Igor Itapary Pinheiro e Wagmar Roberto Silva foram empossados como diretor e vice-diretor, respectivamente, do Foro da Seção Judiciária do Tocantins (SJTO). A cerimônia ocorreu na sede do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), em Brasília, e foi transmitida online. O presidente do TRF1, desembargador federal João Batista Gomes Moreira, conduziu a posse dos dirigentes das 13 seções judiciárias que compõem a 1ª Região, marcando o início do biênio 2024-2026.

O juiz federal Igor Itapary Pinheiro, agora diretor do Foro da SJTO, havia exercido a função de vice-diretor na gestão anterior, liderada pelo juiz federal Gabriel Brum Teixeira, que esteve no cargo entre julho de 2023 e maio de 2024. Desde abril de 2023, Pinheiro é o titular da 5ª Vara Federal de Palmas. Wagmar Roberto Silva, o novo vice-diretor, atua como 1º Relator da Turma Recursal do Tocantins desde o mesmo período.

Em seu discurso, o presidente do TRF1, desembargador João Batista Gomes Moreira, rememorou sua experiência como juiz federal em Goiás e a missão de implementar a Seção Judiciária do Tocantins no início dos anos 1990, destacando o evento como um marco em seus quase 40 anos de carreira na Justiça Federal. Ele aconselhou os novos dirigentes a focarem em oportunidades e planejamento administrativo, evitando se fixar nos problemas. “A função que começarão a exercer hoje é uma experiência enriquecedora na área da administração. Desejo uma excelente jornada nesses dois anos e consciência da importância da missão de cada um, especialmente na grande 1ª Região”, concluiu.

A solenidade contou com a presença da vice-presidente do TRF1, desembargadora Gilda Sigmaringa; do corregedor regional da Justiça Federal da 1ª Região, desembargador Ney Bello; do secretário-geral da Presidência do TRF1, juiz Evaldo de Oliveira Fernandes Filho; e do diretor-geral do TRF1, juiz Roberto Carlos de Oliveira, compondo a mesa de honra.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais