O seu canal diário de Notícias
PREFEITURA

Procon Tocantins identifica variação de até 124% nos preços das carnes em Palmas

Pesquisa revela grandes diferenças de preços em diversos cortes de carnes na capital, incentivando consumo consciente.

Nesta quarta-feira, 22, o Procon Tocantins divulgou uma pesquisa de preços que revelou significativas variações nos valores das carnes em Palmas. O levantamento analisou 32 cortes de carnes bovinas, suínas, aves, peixes e linguiças em dez estabelecimentos, incluindo sete açougues de supermercados e três casas de carnes.

Segundo Rafael Parente, superintendente do Procon Tocantins, “o monitoramento mensal dos preços das carnes em açougues de supermercados e casas de carnes da Capital visa apresentar os índices de variação de preço, possibilitando ao consumidor maior economia na hora de realizar as compras”.

O peito de frango foi o item com maior variação, registrando uma diferença de 124,10% entre o menor preço de R$ 12,49 e o maior de R$ 27,99. O coração de frango teve a segunda maior variação, com 112,04%, oscilando entre R$ 24,99 e R$ 52,99. A costela bovina dianteira apresentou uma variação de 100%, com preços entre R$ 11,99 e R$ 23,99.

Entre as linguiças, a calabresa mostrou a maior diferença, com variação de 87,54%, variando de R$ 23,99 a R$ 44,99. Nas carnes suínas, o pernil suíno dianteiro e traseiro, ambos com osso, tiveram uma variação de 50%, com preços de R$ 17,99 a R$ 26,99. No segmento de peixes, o pintado apresentou uma variação de 36,01%, com preços entre R$ 24,99 e R$ 33,99.

O objetivo desse monitoramento é informar os consumidores sobre as flutuações de preços no mercado, permitindo escolhas mais conscientes e econômicas.

Orientações aos Consumidores

Magno Silva, diretor de fiscalização do Procon Tocantins, destaca a importância das normas de comercialização: “Nos locais onde são vendidas carnes, é permitido oferecer carne fresca moída, desde que essa operação seja realizada na presença do cliente. É proibido manter essa carne moída em estoque.”

Denúncias

Os consumidores podem fazer denúncias pelo WhatsApp Denuncia (63) 99216-6840 ou pelo Disque 151. Caso irregularidades sejam confirmadas, serão aplicadas as penalidades previstas.

Regulamentação

A Lei Estadual nº 3.136/2016 obriga açougues, supermercados e comerciantes de carne no Tocantins a exporem, de forma clara e visível, a razão social, nome fantasia, telefone, endereço e número da inspeção do frigorífico fornecedor dos produtos, além do prazo de validade dos mesmos.

Para mais informações e acesso à pesquisa completa, clique aqui.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais