Visualizar Vídeo

Foi uma boa caminhada entre 1916 e 2002 para o Código Civil substituir o termo Pátrio Poder por Poder Familiar. Antes era de competência apenas do pai a gerência da vida dos filhos. Agora, com direitos e obrigações iguais, pai e mãe tem as mesmas responsabilidades e decidem juntos assuntos pertinentes à saúde e educação dos filhos, por exemplo. No entanto, há situações previstas em lei que podem suspender ou até extinguir o Poder Familiar. Quer saber?