Carta em Defesa do Estado Democrático de Direito – Demagogia

Recentemente ex- ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), empresários, banqueiros e artistas, e uma legião de pseudos democratas Brasil e mundo afora, assinaram, o que eles denominaram “Carta em Defesa do Estado Democrático de Direito”.

Quanta DEMAGÓGIA!

Quanta HIPOCRISIA!

Acusam nesta pseudo Carta que “estamos passando por momento de imenso perigo para a normalidade democrática, risco às instituições da República e insinuações de desacato ao resultado das eleições”.

Os subscritores deste texto estavam onde, quando ao longo destes quase quatro anos, as instituições ditas como democráticas nada fizeram, quando pessoas foram presas por ordem de algumas “autoridades”, por tentarem exercer o direito constitucional á livre expressão?

Onde estiveram estes signatários que apenas se acomodaram em suas luxuosas residências, com suas dispensas cheias e suas gordas contas bancárias, enquanto a maioria da população teve que ficar à mercê do comercio e suas atividades fechadas? Estes mesmos pseudos defensores da democracia defendiam que todos ficassem em casa, e que suas atividades estivessem paralisadas. O poder executivo federal, combatia tais atitudes, incentivando as pessoas e as empresas a trabalharem e manterem suas atividades, além de ajudar com auxilio todos que necessitavam.

Onde estiveram estes mesmos signatários durante todos os anos anteriores, quando a corrupção era desenfreada, onde as festas com o dinheiro público eram regadas á bebidas importadas, lagostas, caviar, entre outros comes e bebes, além de suas caras viagens internacionais, e a população apenas tocando a vida, alias, sendo tocada como gado?

Estes mesmos senhores, senhoras, e entidades, que assinam este vergonhoso texto nada mais fazem que defenderem seus estilos de vida, daquele tempo passado, pois, atualmente, encontram-se ameaçados em seu modo de vida, ameaçados na perda cada vez maior de suas regalias e benesses.

A sociedade esta cansada de bancar regalias de políticos de carreira, de instituições que nada fazem em prol do povo, de funcionários públicos que não trabalham e que apenas abusam da máquina estatal em proveito próprio, e que uma casta de intocáveis recebem super salários, quando a maioria da população recebem parcos vencimentos.

Se o que dizem serem um atentado à Democracia, é estar o Brasil frente ao mundo, crescendo em seus índices econômicos, despontando cada dia mais como um dos países mais importantes na geo-politica e na economia, que continue assim. O fato é um só, o modelo que estes sangue sugas viviam, frente a atual conjuntura nacional de enfrentamento à corrupção, à inoperância do Estado, de combate às mordomias e sobretudo de promover a verdadeira distribuição de renda através de trabalho e prosperidade, os assustam, pois irão perder suas regalias, e terão que se adequarem á realidade.

Referida pseudo “Carta” nada mais é que a tentativa de gritarem para o mundo, para que sejam socorridos, mas socorridos por instituições, entidades e pessoas de expressão mundial que também vivem da mesma forma. Querem apenas defenderem um “status quo”, qual seja, um Brasil pobre, com um povo sub-julgado por uma pequena casta, e que a população seja apenas peões neste tabuleiro de xadrez, como era desde o descobrimento.

Basta. Estamos cansados destes que nada produzem, que nada fazem em prol de nossa Pátria.

Somos todos defensores da verdadeira Democracia, da verdadeira Liberdade de Expressão, da Meritocracia e sobretudo de nossa SOBERANIA.

 

Prof. Dr. Túlio Jorge Ribeiro de Magalhães Chegury - Advogado | Fone/WhatsApp: (63) 98404 74 84 | Email: [email protected] - 01/08/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.