Em Palmas, homem suspeito de violar medida protetiva e ameaçar ex-mulher de morte é preso pela Polícia Civil

Policiais civis da 1ª Delegacia de Atendimento à Mulher (1ª Deam), de Palmas, coordenados pela delegada Suzana Fleury Orsine, efetuaram na manhã desta quarta-feira, 6, na Capital, a prisão de um indivíduo de 37 anos. Ele é suspeito de descumprir medida protetiva de urgência e também de ameaçar sua ex-esposa e foi capturado mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido pela Vara de Violência Doméstica da Comarca de Palmas.

A prisão ocorreu em decorrência de representação feita pela delegada adjunta Suzana Fleury, em razão de o indivíduo ter ameaçado e descumprido Medida Protetiva de Urgência.

Segundo a autoridade policial, no último dia 28 de setembro, o homem foi até a casa da ex-companheira e, de posse de um facão, segundo relatos das testemunhas, a teria ameaçado de morte. “Ao ir até a casa, o homem descumpriu Medida Protetiva, da qual ele fora cientificado no dia anterior, 27 de setembro, e, desse modo, representamos pela prisão do mesmo”, informou a delegada.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado para a Unidade Penal de Palmas, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. Segundo a delegada Suzana, ações como esta precisam ser divulgadas, para que as mulheres confiem no sistema de Justiça e façam as denúncias das violências sofridas.

“A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia de Atendimento à Mulher, está trabalhando diuturnamente a fim de identificar todos os suspeitos que praticam violência contra a mulher. Nesse sentido, é muito importante que todas as vítimas procurem a Delegacia de Polícia Civil mais próxima a fim de denunciar qualquer tipo de violência que possa ter sofrido, para que os fatos sejam investigados e os autores responsabilizados”, afirmou.

SECOM - Governo do Tocantins - 07/10/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.