Foragido da Justiça por crime de roubo é preso pela Polícia Civil no Norte do Estado

Um indivíduo foragido da Justiça pela suposta prática do crime de roubo em Filadélfia, na divisa do Tocantins como o Maranhão, foi preso pela Polícia Civil em cumprimento a mandado de prisão preventiva, na tarde deste sábado, 20, quando chegava em Araguaína, no norte do Estado. A ação que resultou na prisão do homem foi coordenada pelos delegados Guilherme Torres e Adriano Carvalho, da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (2ª DHPP), de Araguaína. 

 

Segundo o delegado-chefe da 2ª DHPP, Guilherme Torres, a ação foi deflagrada depois que as equipes da unidade especialidade foram informadas pelo setor de inteligência da Polícia Civil da cidade de Redenção, no Estado do Pará, que o indivíduo, também investigado no município paraense pela prática de um crime de homicídio, estaria escondido no Tocantins na região de Wanderlândia, e que nesta tarde viria até Araguaína.

 

“Com base nas informações recebidas da Polícia Civil do Pará, nos mobilizamos desde as primeiras horas deste sábado e apuramos que o homem estaria vivendo na zona rural de Wanderlândia e estaria em Araguaína nesta tarde”, frisou a autoridade policial. Desse modo, os policiais civis da 2ª DHPP foram até uma à saída da cidade, nas proximidades do setor Barros onde montaram barreira. Por volta das 15h, um veículo do tipo Van, oriundo de Wanderlândia, se aproximou e foi parado pela Polícia Civil.

 

Após abordagem e buscas no interior do veículo, os policiais civis localizaram o foragido da justiça, o qual foi imediatamente preso e conduzido até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Araguaína, onde a autoridade policial plantonista deu cumprimento ao mandado de prisão, em tese, por crime de roubo praticado no ano de 2006, em Filadélfia.  Após a realização das providências legais cabíveis, o homem foi recolhido à Unidade Penal de Araguaína, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

 

O delegado Guilherme Torres ressalta a importância da ação que foi realizada com a fundamental contribuição da Polícia Civil da cidade de Redenção, pois com as informações repassadas pela co-irmã, do Pará foi possível localizar e prender o investigado no Tocantins. “Importante enaltecer a parceria com a PC-PA, que nos possibilitou efetuar essa prisão”.

 

A somatória de esforços das Polícias Civis do Tocantins e do Pará culminou em um resultado positivo, visto que trata-se de um indivíduo que já estava foragido da Justiça há alguns anos”, ponderou o Delegado.

Rogério de Oliveira/Governo do Tocantins - 24/03/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.