Tocantins: PF deflagra a Operação Athoótita para combater possível disseminação de pornografia infantil

Palmas/ TO - A Polícia Federal no Tocantins deflagrou nesta terça-feira (23/3) a Operação Athoótita, que investiga a possível prática de estupro de vulnerável, além dos crimes de compartilhamento e posse de pornografia infantil, bem como produção de material com esse conteúdo.

Aproximadamente 10 policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão e prisão preventiva os mandados no município de Tabocão/TO. As ordens judiciais foram expedidas pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária no Tocantins.

A investigação iniciou-se após cooperação jurídica internacional com os EUA, que encaminhou reportes contendo pornografia infantil à Polícia Federal, constatando a suspeita de compartilhamento de arquivos de mídia contendo pornografia infantojuvenil. No endereço da pessoa relacionada aos fatos, houve reporte de pornografia infantil por meio da Interpol em razão do upload de vídeo pedopornográfico em site de conteúdo adulto.

A operação foi denominada de Athoótita, palavra que significa inocência em grego, sendo alusivo ao fato de que o suposto criminoso se valia da inocência das crianças para satisfazer seus desejos lascivos.

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi adotada uma logística especial de preservação ao contágio, com distribuição de EPI’s a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

Comunicação Social da Polícia Federal no Tocantins - 23/03/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.