Saudades, um novo tempo sem você – Desafio pessoal

Não era um dia normal, muito menos qualquer, foi dia em que você nasceu alegria.

Muitos anos de convivência, confraternizações compartilhadas, desafios profissionais, relacionais e familiares corroborados e superados, benefícios mútuos vividos, até o dia de sua partida, inesperada é para sempre.

Não foi normal, mas o normal agora é um novo tempo sem você em nossas vidas.

Exploro nesse texto, a perda da vida de um de nossos entes amados e querido.

Nada de facilidades e estratégias nessa situação.

Não há possibilidade de substituição de queridos quando morrem, mas possibilidades surgem, é e nelas que encontramos alicerce para seguir adiante em nosso tempo.

Tempo, é algo sublime, uma verdadeira benção, sempre digo para o meu filho aproveite a vida.

Uma dica singela aproveite seu tempo de hoje.

Não tenho um modelo comercial nesse sentido.

Cada um de nós tem uma forma especial de tratar a perda de um querido, muitos demoram tempos e tempos no processo de aceitação, superação e avanço da vida que continua.

Talvez o silêncio, suspiros e choros, falem muito nessas horas, dias, meses e anos.

Parametrizar ou planejar a morte, nada disso.

Festejar a vida dos amamos, em especial a nossa é uma outra dica.

Um bom acolhimento para a terminologia morte seria estamos alicerçados em nossa fé, ato pessoal, incondicional, não terceirizados e sem comentários.

Comento com meus familiares, que temos que pontuar as sobras, momentos memoráveis, daquele que partiu, para que saibamos o que pode ser direcionado nesse “novo tempo sem você”, assim podemos ver sinais de horizontes futuros.

Horizontes futuros estão por todos os lados, acredite.

Saudade, não é apena um afastamento de uma pessoa, coisa ou um lugar, são novas experiências a serem vigoradas sem aquela presença amada, querida ou esperada.

Esforço, é uma palavra que gosto muito, além de motivar, ajuda a conscientizar e nos equipar no que devemos fazer numa nova jornada.

Deixo um memorial para todos, que sentem de uma forma pessoal e intransferível, saudades dos que partiram.

Finalizo com um causo:

Um marimbondo decidiu se vingar de uma pessoa. Nesse ato, procurou o sábio de seu enxame, para pedir orientações. O sábio, pediu 2 meses para pensar no assunto, o marimbondo aceitou o tempo solicitado.

Passados 02 meses o sábio chamou o marimbondo, para uma conferencia, é disse: ataque, mas vou ficar com saudades eternas de você. Nisso o marimbondo refletiu é não atacou, pois sabia que iria morrer naquela ação.

Reflexão é tudo de bom.

Deixo essa menção para você meu irmão, grande homem, paz.

Deus os abençoe!

 

Rogério Lopes é crente em JESUS CRISTO, facilitador em Finanças da Família, Administrador de Empresas; Especialista no Agronegócios; Articulista em Negócios; Corretor de Imóveis; Perito Avaliador Imobiliário e Colunista do site Justocantins.  [email protected]

Rogério Lopes é crente em JESUS CRISTO, facilitador em Finanças da Família, Administrador de Empresas; Especialista no Agronegócios; Articulista em Negócios; Corretor de Imóveis; Perito Avaliador Imobiliário;  Auditor Interno;e Colunista do site Justocant - 16/07/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.