Gentileza gera gentileza. Leitura rápida e aplicada

Frase escrita em um muro de uma cidade desconhecida, que assimilada cabe aplicações na vida pessoal, familiar, profissional e empresarial.

Outro dia no centro de Araguaína-To, o amor de mãe falou mais forte, já cansada de carregar sua filha de uns três anos no colo e dormindo, uma mãe senta em um peitoral duma calçada para que sua filhinha durma sem o incomodo dos passos da mãe, que ato de gentileza.

Num atendimento corriqueiro numa farmácia da capital Tocantinense, a atendente me explica detalhadamente o uso de um produto que nem comprei. Que gentil atendimento.

Surpreendido outra vez fui por uma compra efetuada por meio eletrônico, pois a mercadoria chegou antes do dia previsto, previamente rastreada e segurado pela empresa que vendia aquele produto. Que gentileza. (fidelizar clientes)

O bom dia saudoso do cotidiano, o olhar de compreensão e paciência do experiente gestor visionário, estes e outros são os muitos exemplos que percebemos de gentileza em nossos dias.

Mas a questão é o feedback, quando nos sentimos atraídos pelos vários aspectos da gentileza que posso  materializar como ação, reação e amparo – ARA, uma espécie de técnica explorada em minhas sugestões em treinos para vendedores e empoderamento de equipes, mas o que fazemos de contrapartida ou não é preciso fazer nada.

Ser gentil não é algo acadêmico, não sei se é de berço, mas podemos melhorar, nisso acredito.

Será que agradamos quem nos agrada? Ou apenas acontece procedimentos não preparados de “gentileza” é nada ocorre no seu “eu” interior, profundo né.

Agradeça as gentilezas que recebe, isso gera mais gentileza e talvez portas e janelas abertas.

Nesse ínterim, lembro do meu amigo codinome CHAVES, quando estive desempregado em meados de 1998, em que me ofereceu emprego num estágio remunerado. Que sufoco e grande gentileza da parte dele, nunca esqueço.

Será que posso explicar o ARA? Sim, são iniciais de palavras do seu conhecimento que podem nos ajudar no cotidiano.

Será possível retribuir a gentileza dada gratuitamente?

É possível sim, em todos os ambientes, inclusive nas redes sociais, em especial em grupos de trabalho e de família, apenas cuidado, conflito gera conflito.

É isso, ser gentil é possível, sua prática proativa e por empatia traz resultados escalares nas atividades profissionais, pessoais e nos relacionamentos gerais, aplique.

Leu texto rápido com uma abordagem gentil, gentileza gera gentileza.

Deus abençoe a todos.

 ROGÉRIO LOPES, é crente em Jesus Cristo, tocantinense, portuense, palmense, Meneger Financial Personal, Administrador de Empresas, Instrutor de Cursos, Especialista no Agronegócios,  Corretor de Imóveis e Perito Avaliador Imobiliário.

[email protected]

Rogério Lopes, colunista JusTocantins - 05/08/2016

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.