Geração de Renda - GR, bases do orçamento familiar? Serie finanças da família

O ano era 1999, final de curso de graduação, monografia, demandas pessoais, profissionais, várias necessidades excediam o cenário de minha vida naquela época, dinheiro curtíssimo, vontades demais da conta, mas sempre foi cuidado por Deus.

Bom, estava encostado na janela de frente à garagem de minha casa, pertinho do telefone fixo, aguardando uma ligação que nunca ocorreu, a cena era de caos, mas uma visão oconteceu, minha moto CG Titan 125 ano 1996 azul, e num estalar de dedos veio um pensamento que mudou parte da minha vida, “chega de esperar, não vai mais faltar dinheiro na minha carteira”.

Era estagiário no INSS em Palmas, meu pai que até hoje me ajuda, mandava R$ 150,00 por mês, para me ajudar no custeio, peguei minha capa preta, meus 2 capacetes, e fui para porta de um supermercado famoso da época “Caçulinha do centro”, ótimo, naquele dia voltei para casa com R$ 40,00, ainda tinha cumprido meu horário de estágio e ido à aula da faculdade, outras situações ocorreram, em nossos cursos rápidos comentamos estes assuntos com propriedade de quem agiu.

Tempos mais ou menos, que bom que passou.

Isso aí, tinha ferramentas para gerar renda por isso deu certo.

Ferramentas, “inteligência, necessidades, vontade, apoio e ação - INVAA”, ingredientes básicos para que você hoje agregue no seu orçamento familiar mais renda, e seus anseios sejam fortemente apropriado para resultados, assimile, temos que somar outras fontes de renda em nosso orçamento.

Em 14/6/2014, publiquei na coluna “opinião” no Jornal do Tocantins, um artigo intitulado “ lembre-se de que seus pais te ensinaram”, não esqueço daquele texto, nossos pais ensinaram muitas coisas, lavar roupas, carros, casa, cozinhar, dirigir, fazer guloseimas, atender pessoas, articular boas soluções, dentre outras muitas coisinhas, nossos cursos também nos ensinaram muito, nossa vivencia e comunicação, daí podemos extrair onde estabelecer linhas (planos) para gerar renda.   

Outro dia, numa das estações de ônibus de Palmas/To, um rapaz com pinta de universitário, estava bem organizado com as vendas de docinhos de brigadeiro, achei o máximo, sei de muitos casos, em especial o meu, passeie pelas ruas da cidade onde você vive, ótimas oportunidades vão ferver na sua cabeça.

Gerar renda é diferente de empreededorismo, a primeira é imediata, empreender exige mais experiência no ramo de atuação, não comece com papo de cientista empreendedor, uma coisa é uma coisa, sei que entendeu.

Gerar renda e salário também são distintos, o ideal e ter o dois, tempo não é problema, tire sua TV de casa por uma semana, vai sobrar tempo.

Ação, a principal arma do gerador de renda, ele não perde tempo, vende bolo, salgado, geladinho ou geladão, livros, revista, lanches saudáveis, chocolate, balinhas, doces, pequenas prestações de serviço, canetas, bebidas, bem, ele está sempre alerta para as novidades que as pessoas querem comprar de imediato, lembre imediato.

Uma consideração, após o gerador de renda encontrar seu “nicho” de negócio, é hora de empreender, tem muitos preparados para te apoiar, invista tempo e recursos em capacitação, você vai precisar.

Outra consideração, pesquise as leis de vigilância sanitária e outras, cuidado para não estar fora da lei com o que você propõe para a sociedade.

Boa arma também é a observação, sem se movimentar no comércio, locais de concentração de pessoas e a sua vizinhança, você vai ter dificuldades em gerar renda, o sucesso de fulano, pode ser o seu fracasso, no sentido de gerar arma, tome consciência disso.

Por último, não fique com vergonha de expor seus dons seja qual for, não fique desesperado por não ter dinheiro ou emprego, tenho convicção que temos “N” conhecimentos, que podem nos gerar renda imediata, cuidado com o murmúrio, somos seres pensantes por natureza, nada vai te abalar se seus objetivos forem positivos e que não prejudiquem terceiros, a bola da vez é você, mãos a obra.

                Deus abençoe.

 

ROGÉRIO LOPES, é crente em Jesus Cristo, tocantinense, portuense, palmense, Meneger Financial Personal, Administrador de Empresas, Instrutor de Cursos, Especialista no Agronegócios,  Corretor de Imóveis e Perito Avaliador Imobiliário.

[email protected]

Rogério Lopes, colunista JusTocantins - 12/07/2016

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.