Sinto sua falta

Minha mãe me disse, ontem, que sente a minha falta.

Minha esposa e meu filho disseram, no fim de semana, que eu faço falta.

Meus irmãos me falam sempre que sentem a minha ausência.

Tenho um colega que está em processo de transferência e disseram que ele fará falta na equipe.
No último mês tenho refletido muito sobre o real significado da presença.

 

O que é estar presente na vida de alguém?

 

Todas as pessoas que dizem sentir falta de estarem comigo, recebem uma mensagem pela manhã, diariamente. Acordo, faço meu devocional (oração e leitura bíblica) e passo a escrever a mensagem que será enviada. Todos os dias tento manter uma rotina que me permita enviar a mensagem logo pela manhã, após o devocional. Antes de enviar, contudo, faço uma oração para que as pessoas sejam edificadas e abençoadas pelas palavras que escrevo. Já aconteceu, por diversas vezes, de me demorar muitos minutos lembrando de cada pessoa (já são mais de 500) na lista antes de enviar, pedindo a bênção e a proteção de Deus para cada uma, em cada necessidade que eu tenha conhecimento. Esse é o meu ritual do acordar. É o que eu trato como um ministério, pois creio que não sou eu que estou "falando", mas que estou apenas servindo como um instrumento de Deus na vida de quem eu tenho o contato.

 

Bem, mesmo assim, quase a totalidade das pessoas que recebem a mensagem, diariamente, permanecem sentindo a minha ausência...

 

Jesus Cristo disse "eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mateus 28:20).

Ele disse isso, depois que morreu e ressuscitou e, portanto, não seria mais visto fisicamente. Enquanto esteve em carne e osso, seus milagres impactaram a humanidade e, por mais que os céticos e críticos tentem negar sua obra e até a sua existência, nossos dias são contados tendo exatamente sua morte como referência. A morte de Jesus Cristo na cruz é o marco zero da existência física humana. O que era antes dele não estava completo. O que veio depois dele está em permanente aperfeiçoamento até que ele volte e torne totalmente plenas todas as coisas criadas (Leia o capítulo 8 da carta aos Romanos para entender isso perfeitamente).

 

Mas, a questão inicial é sobre presença.

Porque Jesus disse que estaria conosco se não podemos vê-lo, pegá-lo, sentir seu cheiro, ouvir sua voz?

A enorme maioria das pessoas, incluindo eu (evidentemente), só entende a presença de alguém pelo que ela pode fazer. A medida da minha ausência é a exata medida do que não faço por alguém.

Quando minha esposa fala que sente minha falta, ela está dizendo que quer que eu faça algo que não posso fazer se não estiver ali do lado dela fisicamente. Minha mãe certamente sente falta de me abraçar e me dar "um cheiro".

A presença de alguém está muito relacionada ao que se pode sentir e ver.
Somos imediatistas e ávidos por novidades. Ansiamos por mudar de vida, por dias melhores...
A questão é que nossa relação com Deus é baseada, em sua grande parte, pelas coisas que esperamos que Ele faça por e para nós. Tratamos ao Senhor como um dentista, um jardineiro, um serralheiro... Sentimos a falta de Deus quando temos que resolver alguma coisa que acreditamos seja "departamento dEle".

Pensemos por um momento, se escovarmos os dentes todas as vezes que eles forem utilizados e não deixarmos acumular sujeira na boca; passarmos o fio dental; se a cada seis meses sentarmos naquela cadeira do dentista para que ele remova os resíduos que insistam em se afixar nos dentes; qual a probabilidade de sentirmos dores e passarmos por procedimentos complexos de tratamento dentário?

Isso vai se aplicar para o nosso carro; para o portão da nossa casa; para o nosso corpo; para as nossas relações com as pessoas e com Deus.

 

Deus vai nos abençoar independente do que nós fizermos. Ele não nos abençoa em troca de adoração. Ele nos abençoa porque é Deus, mesmo que sejamos quem e o quê somos. 

 

Mas a promessa que recebemos de Cristo não foi de sermos abençoados. A promessa que encerra toda a mensagem cristã; que é o principal significado do que seja fé, amor e esperança; é a certeza de que estaremos com Ele o tempo todo, permanentemente e ininterruptamente.
Isso soa muito prazeroso e maravilhoso de início, mas é assustador, ao mesmo tempo. Se Ele está com você e comigo o tempo todo, significa que absolutamente tudo o que fazemos ou deixamos de fazer afeta diretamente a nossa relação com Ele, assim como afeta a relação com as pessoas.

Quando sentimos a falta de alguém, não sentimos saudade do seu chulé; dos seus gritos irritados e irritantes; das suas manias e toques. Quando manifestamos nossa saudade, não estamos nos referindo a todas as mágoas que temos e todos os momentos nos quais aquela pessoa nos feriu. Nosso sentimento de ausência manifesta a nossa vontade de termos o que gostaríamos que aquela pessoa fizesse por nós.

Não estaríamos, então, negligenciando o que de mais maravilhoso há na face da terra?
Jesus disse que se amarmos a Deus e nos amarmos uns aos outros, não precisaríamos fazer mais nada (Leia com atenção o capítulo 15 do livro de João).

A presença de Deus em nossas vidas é a maior prova de que não precisamos provar nosso amor por alguém fazendo coisas por ela, pois o amor não se traduz em obras apenas. As vezes, muitas vezes, a maior forma de amar alguém é se afastar e deixar que a pessoa siga a sua vida. Isso não é ausência ou abandono. Isso é maturidade e verdadeiro amor, pois é um sacrifício diário de fazer exatamente o contrário do que satisfaz a nossa ambição e nosso anseio, egoístas e mesquinhos, por atenção, afeto e tantas coisas que consomem a alegria; a paz; a harmonia; a riqueza...

 

A maturidade espiritual que se requer daqueles que pretendem verdadeiramente viver uma eternidade na presença de Deus, pode ser manifesta na compreensão de que Ele não precisa fazer mais nada além do que já fez em nosso favor.

 

Você consegue desfrutar a santa presença do Pai, sem buscar apenas as Suas bênçãos?

Eu ficaria muito feliz em conhecer a sua opinião e o seu testemunho a respeito.
Convido para que conheça meus trabalhos e minhas mensagens diárias estão disponíveis no canal do Telegram. Você pode, inclusive receber também diretamente no seu contato pessoal, se preferir. Para mim é um grande privilégio e bênção compartilhar algo que revela a presença de Deus na minha vida.

 

Se esse texto fez sentido para você, eu peço apenas que compartilhe com pelo menos uma pessoa e marque a sua presença nas nossas redes, clicando nos links abaixo.

 

Que Deus abençoe a sua vida ricamente e que permaneçamos firmes na jornada à eternidade com Ele, em Cristo Jesus. Amém!

 

Rodrigo Lacerda - 18/11/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.