Defensoria recomenda à Municípios regularização do fluxo de pacientes com covid-19

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) apresentou Recomendação aos Municípios de Araguanã e Riachinho para regularização do fluxo de pacientes com covid-19 encaminhados para internação. A demanda é fruto de ocorrências detectadas pela Instituição de pacientes que estão chegando ao Hospital Regional de Xambioá sem terem pedido anterior de vaga e consequente autorização.

“Não são pacientes que por sua conta procuram o atendimento, mas pessoas encaminhadas por meio de transporte sanitário oficial, como ambulância ou outro veículo do Município”, explica o defensor público de Araguaína Sandro Ferreira, que assina a Recomendação.

Diante disso, a Defensoria Pública aponta a necessidade de organização e racionalidade no atendimento, por isso, não se deve encaminhar os pacientes ao Hospital sem que tenha sido solicitada vaga de internação em leito clínico correspondente, principalmente neste momento de pandemia.

A orientação é para que o pedido de vaga seja feito, exclusivamente, através do sistema regulamentar, pois há uma fila estadual para acesso aos leitos clínicos para pacientes com covid-19.

Reuniões

Essa demanda foi assunto de reuniões entre defensor público Sandro Ferreira e os gestores dos dois municípios para tentar alinhar a situação.

Cinthia Abreu/ Comunicação DPE-TO - 08/04/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.