Cristalândia: após receber primeiro repasse do FPM, atual gestão teve que pagar cerca de R$ 186 mil de dívida da gestão passada

A gestão 2021/2024 da Prefeitura de Cristalândia encara nesses primeiros dias de governo o desafio de identificar as reais condições das contas públicas da cidade. E, já no primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 2021, no valor de R$ 358.357,76, o Município teve que pagar um total de R$ 185.719,08 em dívidas deixadas pela gestão passada, relacionadas a débitos com obrigações previdenciárias e outros.

O FPM foi depositado na conta a qual a atual gestão já tem a ‘chave de acesso’ (mecanismo digital que possibilita a movimentação e conhecimento geral dos recursos). Na conta bancária, a dívida, somada a outros encargos e parcelamentos que foram descontados, resultou num saldo total de pouco mais de R$ 29 mil, comprometendo o caixa e a continuidade de serviços essenciais no inicio da gestão.

“Essa é uma demonstração clara da irresponsabilidade com que tratavam o patrimônio público do povo de Cristalândia”, enfatiza o prefeito Big Jow.

A atual gestão ainda trabalha junto às instituições bancárias para ter a chave de acesso às contas dos Fundos Municipais da Saúde, Assistência Social e Educação.  Providências legais também estão sendo tomadas junto aos órgãos de controle no sentido de identificar a totalidade de dívidas deixadas pela gestão anterior.

Redação JusTocantins (Com informações da Ascom) - 14/01/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.