Sine Tocantins emprega até 50% das vagas ofertadas pelas empresas

“Eu estava desempregado há dois anos. Tinha meu cadastro no Sine/TO, surgiu essa vaga e fui chamado para a entrevista. Estou muito feliz e com ótimas expectativas em relação a esse trabalho”, assim comemora o administrador, consultor e palestrante, Sirley Soares Silva, 36 anos, um dos candidatos indicados pelo Sistema Nacional de Empregos do Estado do Tocantins (Sine-TO) a uma vaga de administrador na empresa Funetins. Ele venceu 150 concorrentes e garantiu o emprego que foi intermediada pelo Sine.

Casos de sucesso como o do administrador passaram a ser uma constante no banco de registros do Sine, órgão gerido pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Assistência Social (Setas), que tem cumprido seu papel na intermediação de mão de obra, entre os que buscam empregos e o empresariado que procura trabalhadores com qualificação profissional. 

No ano de 2015, em seus nove postos distribuídos pelo Estado, o Sine encaminhou 56.346 pessoas para as 16.910 vagas ofertadas, do total, 7.086 foram efetivamente preenchidas, somando quase 50% de indicações via Sine. 

Já nos primeiros meses de 2016, o Sine-TO recebeu 60.736 pessoas e encaminhou 9.389 para as 2.271 vagas disponíveis, efetivando mais de 790 trabalhadores no mercado formal. Normalmente, passam pelas unidades 1.500 candidatos por dia.

Prioridade 

Uma das prioridades do Sine-TO é a inserção no mercado de trabalho por meio do serviço de intermediação de mão de obra, que realiza a captação de vagas a serem oferecidas. Para isso, um departamento específico encaminha o pretendente às empresas com oportunidades de emprego, garantindo ao desempregado chances reais de contratação.   

Paralelamente, o Sine executa outras ações gratuitas, como cursos de qualificação, capacitação, orientação profissional e cadastro para recebimento de seguro desemprego.

A secretária da Setas, Patrícia Amaral, assegura que o Governo do Tocantins, por meio de políticas públicas, está focando na redução do índice de desemprego, prova disso são os cursos ofertados pelo Sine. “A nossa missão é oferecer atendimento e orientação ao trabalhador, com perspectivas de facilitar o acesso e a reintegração do profissional ao mercado de trabalho”, argumentou Patrícia Amaral.

De acordo com diretora do Sine-TO, Suami Freitas, quando as empresas procuram o órgão, é realizado o cruzamento de informações e encaminhamento dos candidatos. “Selecionamos o trabalhador de acordo com as solicitações exigidas pela empresa e conduzimos o profissional para o processo de seleção. No final, o empregador é quem escolhe a opção mais adequada”, explicou a diretora do Sine.

Cadastro

No cadastro do Sine, existem aproximadamente 470.717 pessoas cadastradas nas nove unidades gerenciadas pelo Governo do Tocantins. Vale salientar que na maioria das vezes, os entrevistados não foram colocados ou recolocados à ativa por não possuírem perfis ou qualificação das vagas ofertadas.

Parceria e bons frutos

Atuando como um elo entre o desempregado e empregador, o Sine oferece um serviço diferenciado, focado na agilidade e na rapidez para que as empresas façam as contratações em um curto espaço de tempo.

A responsável do RH da empresa Madeicon, Ana Cristina dos Reis, reforça a seriedade por parte do Sine na indicação dos candidatos. “Essa parceira é fundamental para a contratação dos funcionários. Os profissionais indicados têm preenchido todos os requisitos solicitados por nós”. Compartilha da ideia, a responsável pelo RH da Valadares Comercial, Nayara Milhomenn. “Sempre que precisamos contratar, recorremos ao Sine, que é fundamental no sucesso da seleção dos trabalhadores”, disse Nayara.

Casos de Sucesso

O administrador, consultor e palestrante, Sirley Soares Silva, 36 anos, foi um dos candidatos indicados pelo Sine a uma vaga de administrador na empresa Funetins. Ele venceu 150 concorrentes e garantiu o emprego. “Eu estava desempregado há dois anos. Tinha meu cadastro no Sine, surgiu essa vaga e fui chamado para a entrevista. Estou muito feliz e com ótimas expectativas em relação a esse trabalho”, comemorou.

Márcio Rodrigues da Silva, 30 anos, recém-selecionado para o cargo de ajudante de ponte, na área de construção civil, também comemora a oportunidade de um novo emprego. “Vou dar o meu melhor e quero crescer na empresa”, disse. Márcio tinha cadastro no Sine e foi avisado das vagas disponíveis na construtora civil e disputou com cerca de oito candidatos.

A jovem Patrícia Ferreira Sousa, 26 anos, há um mês trabalha em um escritório de cobrança em Palmas. “Já fazia seis meses que eu estava desempregada, fiz algumas entrevistas em outros lugares, mas não consegui trabalho. Quando surgiu essa oportunidade, fiz a seleção e fui aprovada”, relatou.

Sine Tocantins

Quem tiver interesse em utilizar os serviços ou preencher a ficha cadastral, deve procurar um dos postos de atendimento que estão localizados nas cidades de Araguaína, Araguatins, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso, Palmas e Taquaralto, de segunda à sexta-feira, das 8 às 18 horas. O interessado deve apresentar carteira de trabalho, identidade pessoal e CPF, além de comprovante de endereço. Além dos serviços ofertados pelo Sine, a Assessoria de Comunicação da Setas realiza a divulgação diária das vagas na imprensa e nas redes sociais, por meio do site www.setas.to.gov.br.

- See more at: http://secom.to.gov.br/noticia/270975/#sthash.lC3qgZmg.dpuf

“Eu estava desempregado há dois anos. Tinha meu cadastro no Sine/TO, surgiu essa vaga e fui chamado para a entrevista. Estou muito feliz e com ótimas expectativas em relação a esse trabalho”, assim comemora o administrador, consultor e palestrante, Sirley Soares Silva, 36 anos, um dos candidatos indicados pelo Sistema Nacional de Empregos do Estado do Tocantins (Sine-TO) a uma vaga de administrador na empresa Funetins. Ele venceu 150 concorrentes e garantiu o emprego que foi intermediada pelo Sine.

Casos de sucesso como o do administrador passaram a ser uma constante no banco de registros do Sine, órgão gerido pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Assistência Social (Setas), que tem cumprido seu papel na intermediação de mão de obra, entre os que buscam empregos e o empresariado que procura trabalhadores com qualificação profissional. 

No ano de 2015, em seus nove postos distribuídos pelo Estado, o Sine encaminhou 56.346 pessoas para as 16.910 vagas ofertadas, do total, 7.086 foram efetivamente preenchidas, somando quase 50% de indicações via Sine. 

Já nos primeiros meses de 2016, o Sine-TO recebeu 60.736 pessoas e encaminhou 9.389 para as 2.271 vagas disponíveis, efetivando mais de 790 trabalhadores no mercado formal. Normalmente, passam pelas unidades 1.500 candidatos por dia.

Prioridade 

Uma das prioridades do Sine-TO é a inserção no mercado de trabalho por meio do serviço de intermediação de mão de obra, que realiza a captação de vagas a serem oferecidas. Para isso, um departamento específico encaminha o pretendente às empresas com oportunidades de emprego, garantindo ao desempregado chances reais de contratação.   

Paralelamente, o Sine executa outras ações gratuitas, como cursos de qualificação, capacitação, orientação profissional e cadastro para recebimento de seguro desemprego.

A secretária da Setas, Patrícia Amaral, assegura que o Governo do Tocantins, por meio de políticas públicas, está focando na redução do índice de desemprego, prova disso são os cursos ofertados pelo Sine. “A nossa missão é oferecer atendimento e orientação ao trabalhador, com perspectivas de facilitar o acesso e a reintegração do profissional ao mercado de trabalho”, argumentou Patrícia Amaral.

De acordo com diretora do Sine-TO, Suami Freitas, quando as empresas procuram o órgão, é realizado o cruzamento de informações e encaminhamento dos candidatos. “Selecionamos o trabalhador de acordo com as solicitações exigidas pela empresa e conduzimos o profissional para o processo de seleção. No final, o empregador é quem escolhe a opção mais adequada”, explicou a diretora do Sine.

Cadastro

No cadastro do Sine, existem aproximadamente 470.717 pessoas cadastradas nas nove unidades gerenciadas pelo Governo do Tocantins. Vale salientar que na maioria das vezes, os entrevistados não foram colocados ou recolocados à ativa por não possuírem perfis ou qualificação das vagas ofertadas.

Parceria e bons frutos

Atuando como um elo entre o desempregado e empregador, o Sine oferece um serviço diferenciado, focado na agilidade e na rapidez para que as empresas façam as contratações em um curto espaço de tempo.

A responsável do RH da empresa Madeicon, Ana Cristina dos Reis, reforça a seriedade por parte do Sine na indicação dos candidatos. “Essa parceira é fundamental para a contratação dos funcionários. Os profissionais indicados têm preenchido todos os requisitos solicitados por nós”. Compartilha da ideia, a responsável pelo RH da Valadares Comercial, Nayara Milhomenn. “Sempre que precisamos contratar, recorremos ao Sine, que é fundamental no sucesso da seleção dos trabalhadores”, disse Nayara.

Casos de Sucesso

O administrador, consultor e palestrante, Sirley Soares Silva, 36 anos, foi um dos candidatos indicados pelo Sine a uma vaga de administrador na empresa Funetins. Ele venceu 150 concorrentes e garantiu o emprego. “Eu estava desempregado há dois anos. Tinha meu cadastro no Sine, surgiu essa vaga e fui chamado para a entrevista. Estou muito feliz e com ótimas expectativas em relação a esse trabalho”, comemorou.

Márcio Rodrigues da Silva, 30 anos, recém-selecionado para o cargo de ajudante de ponte, na área de construção civil, também comemora a oportunidade de um novo emprego. “Vou dar o meu melhor e quero crescer na empresa”, disse. Márcio tinha cadastro no Sine e foi avisado das vagas disponíveis na construtora civil e disputou com cerca de oito candidatos.

A jovem Patrícia Ferreira Sousa, 26 anos, há um mês trabalha em um escritório de cobrança em Palmas. “Já fazia seis meses que eu estava desempregada, fiz algumas entrevistas em outros lugares, mas não consegui trabalho. Quando surgiu essa oportunidade, fiz a seleção e fui aprovada”, relatou.

Sine Tocantins

Quem tiver interesse em utilizar os serviços ou preencher a ficha cadastral, deve procurar um dos postos de atendimento que estão localizados nas cidades de Araguaína, Araguatins, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso, Palmas e Taquaralto, de segunda à sexta-feira, das 8 às 18 horas. O interessado deve apresentar carteira de trabalho, identidade pessoal e CPF, além de comprovante de endereço. Além dos serviços ofertados pelo Sine, a Assessoria de Comunicação da Setas realiza a divulgação diária das vagas na imprensa e nas redes sociais, por meio do site www.setas.to.gov.br.

Adriana Grigolo e Sônia Pugas / Governo do Tocantins - 12/03/2016
Leia mais: EmpregoSINE

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.