Aprovados no concurso público do Corpo de Bombeiros Militar para a função de Cadete se preparam para Curso de Formação

Cinco aprovados em concurso público para a função de Cadete, e já incluídos oficialmente ao Corpo de Bombeiros Militar, por meio de publicação no Diário Oficial do Estado do Tocantins (DOE), se apresentaram ao comandante-geral do CBMTO, coronel Carlos Eduardo Farias. O encontro foi na manhã dessa segunda-feira, 27.

A turma foi recebida no gabinete do Comando Geral, com as boas-vindas e palavras de encorajamento para a nova missão, que é o Curso de Formação de Oficial, com início marcado para o próximo dia 4 de janeiro, em Brasília (DF). No evento, também estavam presentes o chefe do Estado-Maior do CBMTO, coronel Peterson Ornellas; e o diretor de Administração e Recursos Humanos da corporação, tenente-coronel Carlos Alberto Rodrigues Costa.

Os coronéis relataram a importância da nova etapa na vida e na carreira dos futuros oficiais, já que ambos também passaram pela mesma experiência e sabem o significado do aprendizado obtido na Academia de Bombeiros Militares do Distrito Federal (ABMDF), local onde a turma vai passar dois anos, até retornar para o Tocantins.

“Esse é um dia em que a gente os recebe, passa informações e as orientações. A gente tem um certo conhecimento da Academia e também uma nostalgia, pois há mais de 20 anos a gente estava passando pelo mesmo processo, organizando a mala para uma viagem igual. É o início de uma importante caminhada”, afirmou o coronel Carlos Eduardo Farias.

Os cinco cadetes foram aprovados no concurso público deste ano, em que outros 10 também serão incluídos na corporação. Contudo, serão enviados para academias em outras regiões do país. Com a formação, nos próximos dois anos, serão Aspirantes a Oficial e poderão chegar ao cargo de comando do CBMTO.

“É uma carreira de grande importância na corporação”, destacou o coronel Carlos Eduardo Farias. “É um início, um percurso com todos os percalços, mas a gente chegou ao final dele. Desejo que eles sigam, que passem pelos percalços, pelos obstáculos que fazem parte da carreira e que cheguem ao final e alcancem êxito”, acrescentou.

O coronel Peterson Ornelas também fez os mesmos caminhos no início da carreira e, ao estar com os cinco novos cadetes, afirmou que tudo valeu a pena e reforçou a importância da família como suporte emocional.

“A família é um suporte importantíssimo, até porque, aonde eles vão para a formação, é um sistema de internato. A parte emocional é muito testada e nossas atividades, como bombeiros militares, dependem muito do emocional. A família é primordial no suporte ao cadete, em uma formação eficiente e eficaz”, concluiu o coronel Peterson Ornelas.

SECOM - Governo do Tocantins - 28/12/2021

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.