POR QUEM OS SINOS DOBRAM

O verdadeiro estado de estupefação que atingiu a todos que, completamente atônicos, assistiram às primeiras notícias sobre o novo desastre envolvendo o rompimento de uma barragem em Minas Gerais se sucedeu naturalmente por um clamor por identificar as razões da repetição de tragédias quase idênticas e a punição dos responsáveis.

 

Continue lendo... 

Alberto Balazeiro* - 03/08/2022

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.