Não me Representa

Prof. Dr. Túlio Jorge R. de M. Chegury - Advogado, colunista do JusTocantins - (63) 98404 74 84 Operadora Vivo - 12/02/2019

Não me Representa

 

A esperança é sempre a ultima que morre, pelo menos este é um adágio popular.

Mas, mais uma vez ficarei aguardando a esperança para um futuro. Três anos que deveremos mais uma vez aguardar a troca de comando da OAB Nacional.

Já outrora comentei e critiquei a ausência de atuação e protagonismo das gestões anteriores a nível nacional e também estadual da entidade, que em tese, deveria representar-me, qual seja a Ordem dos Advogados do Brasil.

No passado quando participara ativamente, seja como Conselheiro Estadual, como Presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem, como Presidente do Tribunal de Ética – TED, como membro do Conselho Estadual de Segurança Pública, e também em varias comissões e missões, representando a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins, sempre pautei nossa atuação com seriedade, compromisso, imbuído de bem representar nossa instituição e nossos pares, sem qualquer tipo de ideologia partidária, e sem interesses particulares.

Espelhei as atuações representando a Ordem dos Advogados na figura de homens que nos antecederam, como Coriolando Marinho, Ercílio Bezerra, Epitácio Brandão, entre outros, que sempre foram aguerridos em defesa da Ordem, dos Advogados, da Sociedade, da Justiça e da Democracia.

Quero aqui mais uma vez render minha singela homenagem à aquela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins, que quando necessitamos nos socorreu contra a usurpação de nossas prerrogativas, realizando sessão de desagravo público em nosso favor. Saudades daquela Ordem.

A Ordem dos Advogados do Brasil já há muito não é mais protagonista e nem mesmo aguerrida em prol de seus inscritos e nem mesmo em prol da sociedade Brasileira. Já esta calada há muito, apática, sem atuação, salvo quando para atender a alguns poucos.

Infelizmente a nova gestão que a pouco tomou posse, ao invés de resgatar o protagonismo positivo, a buscar uma atuação mais efetiva em prol de todos, levanta bandeiras que não nos diz respeito e nem mesmo nos leva a lugar algum, ao contrário, nos leva sim, a sermos vaiados e odiados por grande parcela da sociedade.

Ora, quando representamos uma instituição da outrora envergadura que a OAB possuía, devemos nos despir de nossos dogmas, de nossos interesses e crenças pessoais e adotar uma postura de neutralidade e imparcialidade.

Respeito em muito a opinião daqueles que divergem de minhas teorias, opiniões e ideias.

A sociedade Brasileira não esta cansada da lava jato e muito menos o País esta a esperar seu andamento ou mesmo seu término. Ao contrário, a nosso ver, através desta operação, deflagrou-se várias outras operações Brasil afora, apresentando e expondo criminosos das mais variadas estirpes que dilapidam o patrimônio do povo. Através desta operação é que ocorreu a grande renovação no Congresso Nacional e em várias Assembleias Legislativas, bem como no Executivo Nacional e nos Estados. Então, na verdade, referida operação é positiva e não negativa. Onde estava a Ordem dos Advogados?

Criticar a ida do ex Juiz Federal Sergio Moro para o Executivo?

Não estou aqui para defender a pessoa do Ministro Sérgio Moro, até mesmo porque não tenho esta capacidade e nem mesmo procuração outorgada pelo mesmo, mas, qual o problema nisto? E o que a Ordem dos Advogados do Brasil tem haver com isto?

Afinal de contas a quem a Ordem esta a defender? Aos interesses da instituição e de seus inscritos ou a interesses de terceiros?

A nova presidência da Ordem dos Advogados do Brasil deveria além dos interesses da entidade e de seus advogados, ater-se aos interesses da grande coletividade, da verdadeira Justiça e da Democracia e não a defender ideologias partidárias ou mesmo advogar contra o Brasil.

Esta Ordem dos Advogados do Brasil que aí esta, não me representa.

Vou aguardar com esperança para daqui há três anos. Quem sabe passe a me representar novamente.

Fé, Força e Honra. Pátria Amada, Brasil.

 

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.