Polícia Civil elucida três casos de pessoas desaparecidas

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da Delegacia Especializada de Polícia Interestadual , Capturas e Desaparecidos (Polinter), tem realizado um amplo e intenso trabalho para elucidar casos de desaparecimentos com maior rapidez. Nesta sexta-feira, 4, por meio de um trabalho integrado entre Polinter e Delegacias de Polícia Civil de diversos estados, foi possível localizar três pessoas que haviam desaparecido em menos de um mês.  

Entre os casos, está o de uma jovem de 19 anos, residente em Palmas. Ela havia desaparecido no dia 25 de agosto e foi localizada pela Polinter, nesta sexta-feira, 4, no município de Bragança, no Pará. Após o desaparecimento da jovem, a família registrou um Boletim de Ocorrência e, de imediato, a Polinter iniciou as diligências para localizá-la.

A jovem se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Bragança-PA, na manhã desta sexta-feira. De acordo com as informações do delegado-chefe da Polinter, Fábio Simon, a jovem está em segurança e a delegacia entrou em contato com a família para tranquilizá-los. 

O segundo caso é de uma adolescente de 12 anos de idade, também residente em Palmas. Ela foi localizada na manhã desta sexta-feira, em Ponte Alta do Tocantins. O Boletim de Ocorrência foi registrado pela família da menor na última quarta-feira, 02. A jovem encontra-se em poder da mãe e o caso será remetido à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA - Palmas) para providências. 


Já o terceiro caso, trata-se de uma precatória enviada à Polinter pelo estado do Maranhão em 11 de agosto deste ano sobre o desaparecimento de um homem de 38 anos. Segundo informações policiais, o homem chegou a ligar para mãe dizendo que estava em trânsito para o Tocantins e pediu que ela depositasse o dinheiro na conta de uma pessoa, ainda não identificada.  Após verificação da Polinter, o homem f oi localizado nesta sexta-feira no estado de Goiás, onde encontra-se preso pelo suposto transporte de drogas. A família também já foi informada sobre o fato.


Ações da Polinter

O delegado-chefe da Polinter, Fábio Simon, informou que diversas ações realizadas pela delegacia têm contribuído na agilidade da solução dos casos. Dentre as ações, o delegado destacou a página criada no facebook, a qual tem o objetivo de ampliar a divulgação de pessoas desaparecidas e sensibilizar e população a contribuir com informações. A página está disponível no link https://www.facebook.com/polinterto

Simon destacou também a participação no Sinalid, o qual tem o  objetivo de garantir a efetividade das investigações relativas aos casos de desaparecimento de pessoas no Estado do Tocantins no âmbito do Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid).

Outra ação destacada pelo Delegado é Intercâmbio. Em comum a todas as partes, o Acordo estabelece que, por meio dos setores de Comunicação Social, sejam veiculadas imagens de pessoas desaparecidas em suas mídias sociais. Prevê também a participação dos treinamentos e a promoção de medidas administrativas pela Secretaria da Segurança Pública que facilitem o intercâmbio de dados e informações entre seus agentes e servidores para alimentação do Sinalid.

Patricia de Paiva / Governo do Tocantins - 07/09/2020

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.