Sob comando da OAB, lideranças de Gurupi cobram medidas de segurança pública do governador

OAB Tocantins - 30/04/2016

Por articulação da subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Gurupi e com o respaldo da OAB-TO, lideranças da sociedade civil da cidade do Sul do Estado se reuniram, na manhã desta sexta-feira, 29 de abril, com o governador Marcelo Miranda e sua equipe de primeiro escalão da segurança pública. A reunião ocorreu no Palácio Araguaia, em Palmas, e foi acompanhada por presidentes de outras subseções da OAB.
No encontro, a Ordem apresentou uma pauta com oito medidas urgentes para melhorar a segurança pública em Gurupi. A cidade está vendo a criminalidade crescer semana após semana, o que vem afetando a autoestima dos moradores, a economia do município e trazendo uma grande sensação de insegurança a todos. “Governador, hoje, em Gurupi, as sorveterias não estão abrindo à noite por causa dos assaltos. As pessoas não podem tomar um sorvete à noite. Não há policiamento e o medo é generalizado”, explicou o presidente da OAB de Gurupi, Albery Cesar de Oliveira.
A pauta apresentada pela OAB-TO e a OAB Gurupi ao governador contém o seguinte pedidos: construção da casa do albergado e alambrado com condições técnicas suficientes para separar os reeducandos do regime semiaberto, na própria área do presídio de cariri (cidade vizinha a Gurupi); construção de alambrado/concertina para isolar as instalações do regime fechado com o semiaberto; reforma do presídio de Cariri; construção de alambrado ou muro na CPP (casa de Prisão Provisória de Gurupi); construção de estabelecimento prisional feminino; fornecimento de tornozeleiras eletrônica ao preso colocado em circulação; chamamento dos aprovados no concurso da Secretaria de Segurança Pública e instalação de sistema de bloqueio de sinal para celular no presídio.
De todas as reivindicações, o governo se comprometeu de imediato a adequar um prédio de colégio estadual para casa do albergado e a providenciar, rapidamente, as tornozeleiras eletrônicas.
Na reunião, que contou com o subsecretário de Segurança Pública, Abizair Antônio Paniago, com o comandante da Polícia Militar, coronel Glauber Oliveira Santos e da secretária de Cidadania e Justiça, Gleidy Braga, o governador Marcelo Miranda ouviu atentamente todas as reivindicações, recebeu atas compeltas de audiências públicas sobre segurança realizadas em Gurupi e disse que iria se debruçar sobre as reivindicações.
Para o presidente da OAB-TO, Walter Ohofugi, a recepção do governador foi muito positiva e abertura do canal de diálogo é fundamental para que soluções para a segurança de Gurupi e das demais cidades do Estado sejam encontradas o mais rápido possível. Ohofugi ressaltou, porém, que a Ordem não será omissa em cobrar do governo o atendimento as reivindicações. “O diálogo é nosso caminho, mas não seremos omissos e também faremos cobrança duras, quando for necessário”, destacou.
Por Gurupi, ainda estiveram presentes autoridades religiosas, de várias entidades comerciais e representantes da prefeitura. Os outros presidentes de subseções presentes também pediram soluções de segurança pública e, em breve, devem fazer solicitações formais ao governo.

Confira a galeria de fotos da reunião aqui: http://www.oabto.org.br/oab-album/3f980dc4b9c14927fc994e7d9673d026/reuniao-com-o-governador-sobre-seguranca-publica-em-gurupi.html

Leia mais: OAB

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.