Divulgação da Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência recebe apoio de instituições

Ascom - 09/07/2020

O serviço “Ligue 180”, que aciona a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, terá sua divulgação ampliada no Estado do Tocantins, graças a um acordo de cooperação firmado entre o Ministério Público do Tocantins (MPTO), a Associação Tocantinense do Ministério Público (ATMP) e a empresa La Paglia Italiana. Segundo os termos do acordo, adesivos com a divulgação do serviço Ligue 180 serão afixados nas embalagens de 20 mil produtos da doceria.

 

A procuradora-geral de Justiça, Maria Cotinha Bezerra Pereira, comentou sobre a relevância desta iniciativa. “Trata-se de uma ação de baixíssimo custo o para o poder público, mas de ampla repercussão social, pois com esse acordo de cooperação vamos conseguir levar para centenas de pontos do comércio varejista de todo o Estado a divulgação de um serviço que é essencial para a proteção da mulher”, avaliou a chefe do MPTO.

 

O acordo prevê que os 20 mil adesivos serão confeccionados pela ATMP, associação integrada por promotores e procuradores de Justiça. A doceria afixará os adesivos em seus produtos e realizará a distribuição nos pontos de venda, sem cobrar pelo auxílio na divulgação do Ligue 180. Ao MPTO, caberá confeccionar dois banners, para serem afixados em pontos estratégicos, informando sobre a parceria e sobre o Ligue 180. 

 

A campanha é resultado de uma iniciativa da coordenadora do Núcleo Maria da Penha, do MPTO, promotora de justiça Jacqueline Orofino da Silva Zago de Oliveira. Segundo ela, “a parceria visa conferir publicidade a um dos canais de denúncia e, dessa forma, contribuir com o combate à violência doméstica contra a mulher.”

 

O presidente da ATMP, promotor de Justiça Luciano Casaroti, acredita que o aumento da violência contra as mulheres exige que  autoridades e a iniciativa privada implementem ações de combate. “Nos parece muito lógico que todo mundo já sabe como denunciar, mas infelizmente, a informação ainda não chega para muita gente. Eu penso também que reforçar a existência de um meio que atenda às vítimas é um jeito de incentivá-las a denunciar”, frisou.

 

Os 20 mil adesivos contém a inscrição “Denuncie – Ligue 180, Central de Atendimento à Mulher”, seguida pelas logomarcas da ATMP e do MPTO.

 

Ligue-180

A Central de Atendimento à Mulher é um serviço que escuta e acolhe as mulheres em situação de violência. Encaminha as denúncias de violência contra mulher aos órgãos competentes e orienta as vítimas sobre seus direitos, além de informar quais os locais mais próximos e apropriados para atendimento. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.