Defensoria Pública solicita informações sobre desapropriação de área no Jardim Taquari

Gisele França/Comunicação DPE-TO (Foto: Regiane Rocha) - 20/05/2020

O pedido dá um prazo de cinco dias para a Prefeitura de Palmas se manifestar.O pedido dá um prazo de cinco dias para a Prefeitura de Palmas se manifestar.

 

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO), por meio do Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) de Palmas, notificou nesta terça-feira, 19, a Prefeitura de Palmas para que preste mais informações sobre a desocupação de uma área no Jardim Taquari, na quadra T 30, entre os dias 16 e 18 de maio.

No Ofício, o coordenador do Nuamac, o defensor público Maciel Araújo Silva, solicita que o Executivo envie cópias de eventual processo administrativo que deflagrou a remoção das famílias ocupantes da área.

Para o pedido, a Defensoria Pública considerou, entre outros pontos, que o momento é de extrema excepcionalidade no cenário nacional em razão da pandemia do novo coronavírus. “Durante o estado de calamidade, medidas excepcionais também requer providências excepcionais para conter a crise”, pontuou o defensor público. 

Por isso, a Instituição solicita, também, que a Prefeitura adote providências no acolhimento dos moradores e promova assistência social aos ocupantes da área. “Com escopo de evitar o agravamento da miséria durante o estado de calamidade pública”.

A Prefeitura tem um prazo de cinco dias para se manifestar.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.