Lei do 1º emprego busca facilitar a entrada de pessoas com deficiência auditiva no mercado de trabalho

Agência Brasil - 18/02/2020

Por meio da norma, o poder público vai oferecer auxílio a empresas que criarem novos postos de trabalho para esse público e apresentarem planos para manter as vagas por no mínimo doze meses. Serão contempladas pessoas com idade entre 16 e 29 anos.

O subsecretário de Direitos Humanos e Igualdade Racial da Secretaria de Justiça, Juvenal Araújo, explica que pessoas que já recebem benefícios assistenciais vão ficar de fora da iniciativa.

Atualmente existem no DF 110 mil pessoas com deficiência auditiva.

O Subsecretário da Sejus informou ainda que a lei faz parte de decreto do governo DF inclusivo, que será lançado em 180 dias, para atender a pessoa com deficiência.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.