MPTO realiza solenidade de aposentadorias e transmissão do cargo de PGJ na quarta-feira, 18

MPT - TO - 13/12/2019

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) realiza, na quarta-feira, 18, às 10h, no auditório de sua sede, a solenidade de aposentadoria de membros e servidores, em decorrência da nova etapa do Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI), instituída este mês no âmbito da instituição.

Como o chefe do MPTO, José Omar de Almeida Júnior, aderiu ao PAI e migrará para o quadro de inativos, na sequência das aposentadorias ocorrerá a transmissão do cargo de procurador-geral de Justiça. A atual subprocuradora-geral de Justiça, Maria Cotinha Bezerra Pereira, assumirá o cargo para o exercício de mandato complementar de um ano, até dezembro de 2020. A posse da nova chefe do MPTO ocorrerá em sessão solene, no dia 19, às 9h, no Colégio de Procuradores de Justiça.


Carreiras

Tanto José Omar quanto Maria Cotinha ingressaram na carreira do Ministério Público do Tocantins por meio do primeiro concurso para promotor de Justiça, ambos tendo tomado posse no ano de 1990.

José Omar antes foi servidor da própria instituição, ainda na capital provisória de Miracema do Tocantins. Em sua carreira interna de 30 anos, exerceu o cargo de procurador-geral de Justiça por quatro mandatos e cumpriu outras funções, como a de ouvidor, subprocurador-geral de Justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional do Consumidor.

Maria Cotinha foi promotora de Justiça nas comarcas de Alvorada, Miranorte, Araguaína, Miracema, Paraíso e Palmas. Na capital, foi assessora especial, assessora jurídica da Procuradoria-Geral de Justiça e chefe de gabinete do procurador-geral de Justiça. Em agosto de 2019, foi promovida na carreira, passando de promotora a procuradora de Justiça. Atualmente, respondia pela Subprocuradoria-Geral de Justiça.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.