DPE-TO contribui para projeto de ressocialização de detentos de Guaraí

Cinthia Abreu - 16/11/2019

Atividades que incentivem a inserção no mercado de trabalho e também de qualidade de vida são de extrema importância para a ressocialização dos reeducandos nas unidades prisionais do Tocantins. Na Casa de Prisão Provisória de Guaraí (CPPG), os reeducandos contam com atividades que envolvem obras e reforma da unidade, que tem início nesta quinta-feira, 14. A iniciativa é promovida pelo Governo do Estado, através da gestão da unidade, em parceria com a Vara Criminal de Guaraí.

 

A regional da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) em parceria com a Pastoral Carcerária em Guaraí e com o a direção da unidade prisional também é parceira da iniciativa e contribuir, além dos atendimentos jurídicos, com doação de material com latas de tinta e argamassa para os trabalhos dos presos. “Os detentos que participam da obra e reforma da unidade ganham remição de pena”, complementa a defensora pública Luciana Oliani Braga, responsável pela DPE-TO em Guaraí e pelos atendimentos da instituição na unidade prisional.

 

No dia 28 de novembro, a DPE-TO e a Pastoral Carcerária realizará uma missa que marcará a entrega da obra na CPP de Guaraí, que será celebrada pelo Padre Nilson Alves, da Paróquia São Pedro. Na oportunidade, o grupo também fará a doação de bolas, sendo uma para cada cela, com o intuito de incentivar também o esporte na casa de prisão provisória.

 

Obra

Entre as obras realizadas na unidade constam a construção de uma muralha de 720 metros quadrados, de um banheiro para os reeducandos do regime semiaberto e de calçamento da unidade. Também estão sendo feitas reformas na copa, na cozinha e nas salas de aula, todas com a participação da mão de obra do reeducando, que além de aprender ou desenvolver habilidades, ainda recebem remição da pena por meio do trabalho executado, conforme prevê o artigo 126 da Lei de Execução Penal (LEP).

 

O diretor da unidade de Guaraí, Anderson Miranda Moreira, ressalta a importância de motivar a participação dos apenados nas atividades de construção civil dentro da unidade prisional, “A nossa gestão fomenta o trabalho junto aos reeducandos no que tange a execução dos serviços de melhoria na estrutura da CPP de Guaraí, esse tipo de ação influencia diretamente no comportamento dos mesmos e gera a sensação de pertencimento e zelo do local”, disse.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.