Sistema Integrado de Operações reúne forças em atendimento às ocorrências

Melânia Kássia/Governo do Tocantins - 21/05/2019

O Sistema Integrado de Operações (Siop) tem por finalidade integrar as forças de segurança do Tocantins. Ao ligar no número 190, um atendente em serviço solicita informações precisas da ocorrência e direciona o atendimento ao órgão específico de atuação.

Em Palmas, o Siop é composto pelas forças de segurança da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Polícia Técnica, Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Guarda Metropolitana e a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu).

Segundo o diretor do Siop, tenente-coronel Jerry Adriane de Araújo Godinho, o número 190 é uma linha que está em contato com todas as forças parceiras para que não haja o deslocamento desnecessário de equipes dos outros órgãos para o atendimento de uma determinada ocorrência.

No entanto, o diretor ressalta, que mesmo integrada à PM, as outras forças possuem números específicos que podem ser acionados quando houver o congestionamento das linhas, ou mesmo dependendo do tipo de solicitação.  “O atendimento requer informações específicas para que possa ser feito o direcionamento das forças”, disse.

“Um exemplo é um acidente com vítima que necessita de socorro urgente, onde os bombeiros pedem detalhes da situação do envolvido para dar orientações de primeiros socorros. Ao atender por aqui e encaminhar para os bombeiros perdemos muito tempo, que pode ser decisivo para a vítima, além de não termos como precisar detalhes, logo que não estamos presente no local”, explicou o tenente-coronel.

“Neste caso, orientamos o cidadão a ligar diretamente para a equipe que atende no número 193, pois o contato direto pode dar informações precisas que diminuem os riscos causados pelo tempo de espera e por falta de detalhes”, complementou.

Parceria com órgãos da Capital

A parceria com o município de Palmas, por meio por meio da Guarda Metropolitana e Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), está relacionada dentro das suas competências de proteção dos bens públicos, serviços, instalações e apoio as atividades de segurança pública no município, bem como a fiscalização de trânsito.

Assim, as ocorrências que demandam essa finalidade e que não configuram crime, normalmente são encaminhadas para as unidades municipais, o que não impede que também seja atendida pela PM em caso de impossibilidade do órgão.

De acordo com o diretor do Siop, em condições especiais é importante ressaltar que a região do Luzimangues é área de Porto Nacional e não recebe atendimento das forças de segurança e fiscalização do município de Palmas, sendo, portanto, uma área de responsabilidade da Polícia Militar.

O Siop dispõe também de um núcleo em Araguaína e outro em Gurupi que possuem pouco mais de seis anos de atuação, equipados e estruturados por meio de convênio entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Acidente de Trânsito

Em caso de acidentes de trânsito, ao acionar o Siop, a situação dos envolvidos são levadas em consideração para o encaminhamento do atendimento necessário e da unidade responsável. São feitos questionamentos como: “Houve vítima ou não?”, “A vítima só teve uma lesão ou veio a óbito?”, ou “A vítima é animal ou humana?”.

Os acidentes de trânsito que não apresentam vítimas, normalmente são encaminhados à Guarda Metropolitana ou Sesmu, pois são considerados como infração de trânsito.

A partir do momento que uma pessoa foi lesionada ou veio a óbito, o atendimento é de responsabilidade da Polícia Militar porque configura suspeita de crime, além da infração, na qual somente a PM tem jurisdição para registrar.

Em contrapartida, quando o acidente tem uma vítima ou mais, os bombeiros são acionados, juntamente com a PM, para prestar o devido atendimento de primeiros socorros e encaminhar às vítimas para o hospital. Mas quando a situação gera o óbito, a Polícia Técnica é chamada para a realização da perícia criminal e o direcionamento do(s) corpo(s) ao Instituto Médico Legal (IML).

Quando se trata de acidentes de trânsito envolvendo animais, o atendimento é de competência da Polícia Militar Ambiental.

Conheça os telefones de emergências do órgão parceiros

Polícia Militar e Sistema Integrado Siop – 190

Corpo de Bombeiros Militar – 193

Guarda Metropolitana – Atualmente atendendo no (63) 3218–2777.

Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana – (63) 2111–3480.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.