Eder Mendonça de Abreu, Presidente da Comissão do Exame da OAB

www.justocantins.com.br - 02/02/2012
O VI Exame da Ordem dos Advogados do Brasil terá sua primeira etapa de provas realizada neste domingo, 5. Ao todo 990 bacharéis em Direito devem participar do certame nas três cidades onde ocorre a prova no Tocantins: Araguaína, Palmas e Gurupi. Somente em Palmas são 501 inscritos, em Araguaina 357 e em Gurupi, passam pelo exame um total de 132 duas pessoas.

As provas estão marcadas para iniciar às 14 horas, na sede do Instituto Presidente Antônio Carlos – ITPAC em Araguaína, no Colégio Marista de Palmas, na Capital, e na Fundação Unirg, em Gurupi.

Todo o certame está sob a supervisão das Comissões de Exame da Ordem dos Advogados do Brasil, em cada estado. No Tocantins, o presidente da Comissão, Eder Mendonça de Abreu, é quem dá mais detalhes sobre a prova, em entrevista ao site JusTocantins.

Confira a entrevista e boa prova!  

JusTocantins - A primeira etapa da prova da OAB 2012 acontece neste domingo dia 05 de fevereiro, quando acontecerá a segunda, e como provas elas se caracterizam?

Eder Mendonça - A segunda fase (Prova Prático-Profissional) será em 25/03/2012, e se caracteriza pela redação de peça profissional e aplicação de quatro questões, sob a forma de situações-problema, compreendendo as seguintes áreas de opção do examinado, quando da sua inscrição: Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Constitucional, Direito Empresarial, Direito Penal, Direito do Trabalho ou Direito Tributário e do seu correspondente direito processual.

JusTocantins - Qual é a principal orientação que o senhor, enquanto presidente da Comissão de Exame da Ordem dos Advogados do Tocantins, dá aos bacharéis que farão a primeira etapa do Exame?

Eder Mendonça - Que compareçam ao local designado para a realização da prova objetiva com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu início, munido somente de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, e só, será permitido o acesso ao local de prova munido com o do comprovante de inscrição e com documento de identidade com foto em original. 
 
JusTocantins - Existem registros de tentativas de burlar a prova, algum tipo de fraude? Quando, com que frequência foi registrado, e quais são as punições?

Eder Mendonça – Não temos nenhum registro de fraude. Contudo, se houve algum evento dessa natureza o examinado terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do Exame e dependendo da gravidade do caso, este será encaminhado para a Polícia Federal para providências cabíveis.

JusTocantins - Como é a mobilização feita pela OAB-TO, durante a execução da prova, ou seja, quantas pessoas estão envolvidas neste trabalho? A aplicação da prova é feita pela Ordem, ou terceirizada?

Eder Mendonça – O exame da Ordem é executado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), sob sua inteira responsabilidade, organização e controle. Para aplicação das provas são usados dois fiscais por sala, pessoal de apoio, coordenadores  da FGV, além do acompanhamento e supervisão da Comissão de Exame da Ordem que se faz presente durante a aplicação das provas.

JusTocantins - Divulgou-se que no ano de 2011, houve um crescimento em 72% no número de aprovados no exame no Tocantins. A que o senhor atribui esse crescimento? Os bacharéis estão se preparando mais, ou o exame está mais integrado com o conteúdo apresentado durante a formação em Direito?

Eder Mendonça – Temos atribuído esse crescimento a melhor preparação dos bacharéis pelas faculdades durante o bacharelado e também em razão dos cursinhos preparatórios.

JusTocantins - O exame da Ordem do Tocantins é um dos mais concorridos do Brasil, o senhor acredita que essa concorrência repercute positivamente no mercado do Direito no Estado?  

Eder Mendonça – Sim, principalmente depois da unificação dos exames, pois hoje temos a certeza que o advogado esta preparado para defender os interesses da sociedade.

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.