Marco Aurélio Giralde – Diretor de Tecnologia da Informação - TJ/TO

www.justocantins.com.br - 03/06/2011

Breve Currículo

Marco Aurélio Giralde, Analista de Sistemas,
Casado, 41 anos natural de Marilia-SP, residente em Palmas desde 1993.

- Cargos efetivos
Analista de Sistemas da estrutura administrativa do Governo do Tocantins
Cargo atual Perito Criminal da Secretaria da Segurança Pública

- Cargos em comissão
Primeiro Secretario de Informatica do TRE-TO
Chefe da Assessoria Técnica e de Planejamento da Casa Civil
Superintendente de Informática do Governo do Estado do Tocantins
Diretor de Ciência e Tecnologia - SEPLAN
Diretor de Tecnologia da Informação da Secretaria da Segurança Publica do Estado do Tocantins
Coordenador de Sistemas Eleitorais e Logística do TRE-TO
 

 

 

JusTocantins - O TJTO acabou de assinar o termo de licença do direito de uso dos códigos-fonte dos sistemas Processo Eletrônico Judicial, Gestão Eletrônica de Documentos Processuais e Sistema Eletrônico de Informações. Quais são os principais benefícios dessa inovação?

Marco Aurélio Giralde - Em razão dos sistemas adotados já estarem em produção há mais de cinco anos naquele Tribunal Federal, isso facilitará a manutenção corretiva e agilizará a adaptação destes sistemas às futuras necessidades do Poder Judiciário tocantinense.

Podemos mencionar outro ganho deste convênio a quantidade de horas técnicas de analistas judiciários e de analistas de sistemas que trabalharam no desenvolvimento dos aplicativos, custo este de difícil mensuração.

JusTocantins - Qual será o planejamento de implantação do e-Proc TJTO no Poder Judiciário do Estado do Tocantins?

Marco Aurélio Giralde - Inicialmente será implantado nas 5 varas cíveis de Palmas, e no Tribunal de Justiça em seguida serão implantadas as varas criminais, da fazenda pública, juizados especiais dentre outros até que tenha se completado todas as unidades judiciárias da Capital para que, quando iniciarmos a implantação pelas comarcas do interior  tenhamos passado por todas as adequações que o sistema necessita. 

JusTocantins - O senhor acredita que em quanto tempo não se utilizará mais o papel nos processos?

 

Marco Aurélio Giralde - De acordo com o planejamento do Tribunal de Justiça até o final desta gestão fevereiro de 2013 o processo eletrônico estará implantado em todas as comarcas do Estado, isso significa que nenhum processo será criado em meio de papel, mas com certeza determinados processos que nasceram em papel terão sua vida dependendo dos tramites  que os mesmos seguirem. 

 

JusTocantins - Na prática, em que aspectos o cidadão comum será beneficiado com a utilização dessas tecnologias? 

Marco Aurélio Giralde - Maior  transparência no acompanhamento dos processos, a celeridade das decisões, redução dos custos do processo em razão do pequeno gasto com correios e transportes públicos, redução no consumo de papel, consequentemente a diminuição no corte de arvores favorecendo o meio ambiente. 

 

JusTocantins - O senhor acredita que os cursos de Direito terão que fazer alguma reformulação no sentido de que os operadores saibam trabalhar com essas novas ferramentas? 

Marco Aurélio Giralde - Com certeza os cursos de Direito deverão se atualizar no sentido de capacitar o aluno, futuro operador do Direito para utilizar recursos tecnológicos com maior facilidade e operabilidade.

 

ENTREVISTA

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.