OAB lembra CNMP sobre dispensa de licitação para contratar advogado

OAB Conselho Federal - 04/02/2014

Brasília – O conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), representante da entidade no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Esdras Dantas de Souza, apresentou a proposta de recomendação aos membros do MP que trata do respeito a dispensa de licitação para contratar advogado. A recomendação ocorreu durante a sessão do CNMP nesta segunda-feira (03).

 

Esdras explica que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) entende que para a contratação de serviços como os advocatícios não é necessária a licitação, pois o trabalho intelectual do advogado é de natureza personalíssima e singular.  “Recomenda-se o respeito ao artigo 13 da lei federal 8.666/1993”, disse.

 

O presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, destaca que é inviável a licitação para a escolha do advogado. “A recomendação assegura a inviolabilidade e o exercício da profissão”, completa.

 

Confira aqui a proposta.

 

 

Veja também:

Advogado, seja nosso parceiro

Anuncie conosco e garanta sua visibilidade no mundo virtual

 

Leia mais: AdvocaciacontratoDireitoDispensaLicitaçãoOAB

COMENTÁRIOS

 Nome:
 E-mail:
 Texto:
Comentários (0)
  • Nenhum comentário publicado.